Futebol/Copa Libertadores da América - ( - Atualizado )

Nos pênaltis, Grêmio é eliminado da Libertadores pelo San Lorenzo

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O Grêmio é mais um líder de grupo que está eliminado da Libertadores. Nesta quarta-feira, o Tricolor devolveu o 1 a 0 sofrido em Buenos Aires, mas acabou sendo derrotado nos pênaltis pelo San Lorenzo. O gol do time gaúcho foi marcado por Dudu, aos 38 da etapa final. Barcos e Maxi Rodríguez erraram suas cobranças, e o time gaúcho acabou eliminado pelos argentinos, que acertaram todas as suas cobranças.

Ansioso, o Grêmio teve dificuldades para criar perigo ao San Lorenzo no primeiro tempo. Experiente, o time argentino soube segurar a bola, enervar os gaúchos e até teve chances em alguns raros contragolpes. Na etapa final, a equipe aumentou a pressão e chegou ao gol dez minutos do fim, levando a decisão para os pênaltis.

Classificado, o San Lorenzo enfrentará o Cruzeiro nas quartas de final e segue sua caminhada em busca do primeiro título sul-americano. Eliminado, o Grêmio volta suas atenções para o Brasileirão, onde neste sábado enfrentará o Santos, na Vila Belmiro.

O jogo – Com uma Arena lotada e pulsante, o Grêmio partiu para cima do San Lorenzo em busca da reversão do 1 a 0 sofrido em Buenos Aires. Aos 10 minutos, Dudu deixou Barcos na cara do gol, o Pirata encobriu o goleiro Torrico com categoria, mas Buffarini salvou em cima da linha. Aos 18, foi Barcos quem recuou para o chute de fora da área de Edinho, por cima do gol.

O San Lorenzo postou-se atrás e buscou os rápidos contra-ataques puxados por seus atacantes. Aos 23, teve uma grande chance: Pará errou no meio, Correa puxou a jogada em velocidade e deu a Matos, que se atrapalhou e permitiu a chegada salvadora de Zé Roberto. O time argentino passou a controlar o jogo e enervar os torcedores gremistas, cada vez mais impacientes. O Grêmio só voltou à carga aos 37, quando Barcos recebeu de Luan, ganhou de Valdés no corpo e chutou para grande defesa de Torrico.

No começo do segundo tempo, mais agressivo, o Grêmio marcou gol aos quatro minutos, com Barcos, mas a jogada foi anulada por impedimento do Pirata. Aos 8, Torrico fez grande defesa em chute de Barcos dentro da área. Aos poucos, porém, o nervosismo voltou a aparecer. O San Lorenzo ainda quase abriu o placar aos 17, quando Villalba aproveitou saída errada de Marcelo Grohe após escanteio e cabeceou para fora.

O jogo esquentou a partir da entrada de Rodriguinho e Maxi Rodríguez. Aos 19, Rodriguinho levantou falta na cabeça de Geromel, que acertou a trave. Dois minutos mais tarde, Edinho recebeu na pequena área e Torrico salvou. No contragolpe, o San Lorenzo quase marcou, mas Wendell salvou a tempo. Aos 23, o goleiro Torrico salvou tentativa de Dudu na área, após grande lançamento de Riveros.

A pressão gremista arrefeceu, e as chances minguaram. Aos 38, quando o nervosismo já era maior que a qualidade, o Grêmio chegou ao gol: Rodriguinho entrou pela direita e tentou o chute. Dudu meteu a cabeça na bola e explodiu a Arena em alegria. O San Lorenzo levou perigo aos 40, em falta batida por Gentiletti para fora. Aos 46, Rodriguinho cruzou, Lucas Coelho cabeceou e a bola bateu em Valdés e saiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade