Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Nova derrota faz Levir pedir reunião com Kalil para acertar elenco

Belo Horizonte (MG)

A crise foi instalada nos bastidores do Atlético-MG. Após a derrota deste domingo, por 1 a 0, para o Goiás, o treinador Levir Culpi não escondeu sua insatisfação com o desempenho de seus jogadores e pediu uma reunião com o presidente Alexandre Kalil para acertar os rumos na temporada. Para o comandante, é preciso estabelecer quais são as prioridades do clube neste momento.

“Temos que colocar um objetivo e todos têm que procurar. Estou sentindo que alguns jogadores estão querendo ir para a Seleção, outros para a seleção da Argentina, outros com possibilidade de negociação, uns não estão nem aí, mais tranquilos, meio indiferentes. Alguns jogadores deverão sair e outros vão chegar”, disse Levir Culpi, que ainda não conseguiu vencer pelo Atlético-MG.

Divulgação/Atlético Mineiro
Levir Culpi e Alexandre Kalil vão se reunir nesta semana para falar sobre a formação do elenco atleticano
O treinador assumiu o comando do clube mineiro logo após a derrota para o Atlético Nacional, no primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores da América. Depois disso, conseguiu apenas empatar com o Corinthians, amargou a eliminação na competição continental na última quinta-feira e foi derrotado pelo Goiás neste domingo, em pleno Independência.

Sendo assim, Levir Culpi não esconde a preocupação com o futuro do Galo na temporada. O caso do zagueiro Otamendi é uma das prioridades do momento, já que o clube mineiro está perto de perder o jogador. O argentino, que chegou a ser aplaudido pela torcida mesmo com a derrota, está emprestado ao Atlético-MG apenas até o dia 30 de junho pelo Valencia, da Espanha.

“Vamos ter uma reunião para analisar o elenco, porque o elenco está um pouco problemático nesse momento. Alguns jogadores estão com contrato terminando. O Otamendi, por exemplo, praticamente não vai mais jogar, e atualmente é o nosso melhor jogador, um dos melhores zagueiros que vi atuar nos últimos tempos. É uma situação delicada, apesar de que temos outros bons zagueiros”, completou o treinador.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade