Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Omar confirma volta do Palmeiras na terça e espera resposta da CBF

Chapecó (SC)

O mau tempo não permitiu com que o Palmeiras retornasse a São Paulo nesta segunda-feira. Após a derrota para a Chapecoense neste domingo, por 2 a 0, na Arena Condá, a delegação tentou deixar o interior catarinense na manhã desta segunda, mas, por causa do imprevisto, foi obrigada a mudar sua programação. Desta forma, a cúpula do Verdão tenta adiar o jogo contra o Botafogo, marcado para quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), em Presidente Prudente.

“Esperaremos o posicionamento da CBF, esse será o nosso procedimento. Comunicamos a CBF e estamos esperando o retorno dela. Comunicamos o nosso problema, que estamos aqui ainda (em Chapecó) e com o voo marcado para amanhã (terça) de manhã. Aguardaremos a CBF se pronunciar e falar a próxima data do jogo, caso haja algum tipo de adiamento”, explicou Omar Feitosa, gerente de futebol do clube alviverde.

De acordo com a programação prévia, o Palmeiras realizaria um treino na tarde desta segunda-feira em São Paulo, na Academia de Futebol, e viajaria a Presidente Prudente nesta terça. A primeira atividade foi cancelada, enquanto a segunda ainda depende do retorno de Santa Catarina nesta terça-feira. O plano da delegação do Verdão neste momento é seguir a Campinas pela manhã e depois se dirigir à capital.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Omar Feitosa, gerente de futebol do Palmeiras, pediu a CBF o adiamento da partida contra o Botafogo
A comissão técnica do Palmeiras também tenta se programar para evitar um desgaste ainda maior de seus atletas por causa do imprevisto. Uma viagem de ônibus de Chapecó a São Paulo poderia prejudicar a parte física de alguns atletas, já debilitados pela sequência de jogos antes da parada para Copa do Mundo. Diante do impasse, resta esperar um posicionamento da CBF.

“A distância é grande para sairmos de ônibus, o desgaste é grande e corremos o risco de perder um ou dois atletas por causa do desgaste da viagem. Por mais que seja um ônibus confortável, o desgaste é grande. O dia do jogo está muito próximo, e não sabemos ainda qual será a próxima data, se houver alteração. A única certeza é de que a nossa saída está marcada para amanhã de manhã”, completou Omar Feitosa.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade