Futebol/ Brasileiro Série A - ( )

Peixe encara o Bahia na primeira partida sem Cícero

Do correspondente Tiago Salazar Santos (SP)

Em meio a um verdadeiro turbilhão de acontecimentos, o Santos visita o Bahia nesta quinta-feira, às 21 horas, em duelo válido pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.

Com apenas uma vitória até aqui, o técnico Oswaldo de Oliveira segue pressionado e com muitos problemas para escalar o time. Para a partida contra os baianos, no estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana, o treinador pelo menos poderá contar com os retornos de Alan Santos e Gabriel. Os dois jovens jogadores santistas se recuperaram de um edema na coxa e vão para o jogo. Na zaga, Neto assume a posição do suspenso David Braz.

No treinamento que definiu o time, Oswaldo mostrou que pretende apostar nas subidas do lateral direito Cicinho, quase como um ponta, com a proteção do meio de campo sendo feita por Arouca, Renato e Alan Santos, em uma espécie de revezamento. Lucas Lima segue na armação da equipe.

O ataque ainda é a grande incógnita. Oswaldo pretendia contar com Cícero improvisado na posição e assim treinou antes da viagem da deleção para a Bahia. No entanto, antes do embarque, a diretoria alvinegra recebeu uma proposta oficial e liberou o jogador para acertar com o Fluminense. O volante se despediu dos companheiros e nem viajou com o time. Com isso, Vitor Andrade e Diego Cardoso lutam pela vaga ao lado de Gabriel, já que Stéfano Yuri, Leandro Damião e Thiago Ribeiro estão fora de ação por lesão.

Divulgação/Santos FC
O meia Cícero desceu do ônibus que iria ao aeroporto para negociar com o Fluminense. Oswaldo de Oliveira não contava com esse desfalque

O jogo desta quinta-feira é de suma importância para o time de Vila Belmiro em vários aspectos. Uma vitória deixaria a equipe em uma situação mais confortável uma rodada antes da pausa para a Copa do Mundo, daria mais tranquilidade para o técnico Oswaldo de Oliveira trabalhar e ofuscaria a polêmica saída de Cícero, até então principal jogador do elenco santista, no meio da temporada.

Por enquanto, o Peixe superou apenas o Figueirense neste Brasileirão e figura, com o mesmo número de pontos do Bahia, na parte de baixo da tabela de classificação.

“O foco é conseguir o maior numero de pontos até essa parada. Isso é normal, a pressão, se tratando de um clube grande como o Santos, mas a gente sabe que o Brasileiro é um campeonato muito difícil, a gente sabe que a equipe não tem jogado bem, mas espero que a gente possa somar seis pontos (nos próximos dois jogos) e voltar melhor (após o período de Copa do Mundo)”, disse o experiente Renato, na véspera da partida.

A situação do Bahia também não é das melhores. O time não poderá jogar na Fonte Nova e no estádio Pituaçu já que ambos estão à disposição da Fifa para a Copa do Mundo. Além disso, o técnico Marquinhos Santos não terá Omar, Diego Macedo, Galhardo, Uelliton, Lincoln e Rhayner, todos contundidos. Mesmo assim, o time, que não vence há dois jogos, promete jogar de igual para igual com o Santos, ignorando inclusive o estado do gramado da Joia da Princesa, tão criticado pelos próprios jogadores.

"Não tem jogo fácil no Brasileirão, ainda mais com as condições do gramado do Joia. Mas, independente disso, temos que ultrapassar todas as dificuldades, para que possamos fazer um bom jogo e conseguir os três pontos, que serão muito importantes", comentou o zagueiro Demerson.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
Bahia X Santos

Local: Estádio Joia da Princesa , em Feira de Santana (BA)
Data: 29 de maio de 2014, quinta-feira
Horário: 21 horas horas (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Assistentes: Paulo César Silva Faria (MT) e Fábio Rodrigo Rubinho (MT)

Bahia: Marcelo Lomba; Roniery, Demerson, Titi e Pará; Branquinho, Uelliton, Maxi Biancucchi, Wiliam Barbio e Henrique; Talisca.
Técnico: Marquinhos Santos

Santos: Aranha. Cicinho, Neto, Jubal e Zé Carlos; Alan Santos, Arouca, Renato e Lucas Lima; Gabriel e Diego Cardoso.
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade