Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Presidente do Criciúma define goleada sofrida: "Foi uma desgraça"

Criciúma (SC)

O presidente Antenor Angeloni fez declarações sobre o mau momento pelo qual passa o Criciúma. Com apenas três pontos marcados em quatro jogos, a equipe está na zona de rebaixamento, na 17ª posição. O presidente falou sobre a situação atual, a possibilidade de buscar reforços, os protestos da torcida e as dívidas do clube.

“Sinto que neste momento, eu, como comandante, tenho que falar alguma coisa. Aconteceu uma desgraça e eu fiquei nocauteado”, iniciou o presidente, referindo-se à goleada para o Botafogo. Sobre a busca de reforços, ele afirmou que o time está negociando jogadores. “Vamos montar um time forte para enfrentar a Série A.”

Divulgação
Presidente vem a público para esclarecer momento negativo do clube

Para Angeloni, o pior que pode acontecer neste momento é a torcida perder a cabeça. “Se alguém jogar alguma coisa em juiz e bandeirinha, vamos levar punição.” Usou como exemplo o Figueirense, que não pode jogar em casa e não marcou nenhum ponto até agora. “Mesmo que a gente perca e o juiz roube, vamos ter calma.”

Quanto às acusações de receber muito dinheiro do clube, o presidente negou e afirmou que o time vai terminar o ano sem déficit. Afirmou que o Palmeiras, que deve dinheiro ao Tigre, ainda não pagou a dívida referente ao meio-campo Wesley. “O futebol é administrado como qualquer empresa. Temos que saber quanto vamos gastar e recolher. A dificuldade de recolher dinheiro é muito grande, temos um orçamento equilibrado.”

O presidente também afirmou que considera um resultado bom se o time alcançar nove pontos até a Copa do Mundo. O próximo duelo do Criciúma será contra o líder Internacional, neste domingo (18), às 18h30, no estádio Heriberto Hülse. O técnico Wagner Lopes realizou um treino nesta quinta. “Testei algumas opções e procurei fazer ajustes para buscar a melhor formação possível para o duelo contra o Internacional”, destacou o treinador.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade