Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Rafael Moura lembra eliminação de 2013 como motivação para sábado

Do correspondente Vicente Fonseca São Paulo (SP)

O sábado será de um amargo reencontro para o time do Internacional. No Beira-Rio, estará do outro lado o Atlético-PR, equipe que eliminou o Colorado nas quartas de final da Copa do Brasil do ano passado. O centroavante Rafael Moura admite que o confronto traz uma motivação especial, por conta da desclassificação sofrida em outubro.

“Nós fomos eliminados por eles na Copa do Brasil do ano passado, e por isso tem um gostinho a mais. Queremos vencer que nos eliminou”, garante o centroavante. Na oportunidade, o Inter empatou em 1 a 1 em casa no jogo de ida, mas foi eliminado com um 0 a 0 na volta, caindo no saldo qualificado para o Furacão, que acabou vice-campeão do torneio.

O Atlético-PR, de fato, é uma espinha engasgada na garganta colorada. Em 2013, o Inter não conseguiu derrotar o time paranaense nem mesmo no Brasileirão, quando empatou por 2 a 2 em casa e perdeu de 1 a 0 fora. A última vitória do Inter no duelo foi pelo primeiro turno de 2011, por 1 a 0, gol de Oscar. Naquele mesmo ano, mais tarde, o Colorado seria derrotado por 2 a 0 no returno da competição.

Para superar o Atlético-PR e acabar com essa série de cinco jogos sem vencer o adversário, Rafael Moura dá a receita: “temos que jogar por baixo, com toque de bola, infiltração e movimentação. Se eles procurarem o corpo a corpo, posso fazer o pivô e criar espaço para quem vem de trás. A gente tem feito isso e tem dado certo”, projetou o camisa 11.

Alexandre Lops/Divulgação/Internacional
O centroavante Rafael Moura admite que o confronto contra o Atlético-PR traz uma motivação especial

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade