Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Réver supera Luizinho e vira maior zagueiro artilheiro do Galo

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O triunfo do Atlético-MG em cima do Vitória nesta quinta-feira foi especial para o capitão Réver, que anotou um dos gols do Galo e se transformou no maior zagueiro artilheiro da história do clube mineiro. Réver superou a marca que era de Luizinho, que balançou as redes 21 vezes com a camisa atleticana. Feliz pela vitória e pela marca histórica, o defensor deixa o nome na história do Galo com 22 tentos marcados.

“Deus prepara coisas no momento certo. Fico feliz por essa marca, mesmo sendo quase um ano depois do vigésimo primeiro. Fico feliz por ter alçando essa marca do Luizinho, que há muito tempo não era batida. Agora fico na história do Atlético-MG, mais uma vez por coisas boas, então fico feliz, e espero aumentar ainda mais essa marca para que os próximos zagueiros não possam me alcançar”, declarou.

Divulgação/Bruno Cantini/Atlético-MG
Réver marcou gols fundamentais na campanha do título da Libertadores do Atlético-MG
A alegria de Réver é ainda maior porque o defensor retorna de contusão no tornozelo, que acabou prejudicando a ida do jogador para a Copa do Mundo. Apesar de ter ficado fora do Mundial, o zagueiro não esconde a alegria por retornar aos gramados jogando em alto nível. “Voltar a jogar depois da contusão e ainda atingir essa marca é muito especial para mim”, disse.

Sobre o triunfo desta quinta-feira, Réver destacou o poder da bola parada atleticana, que voltou a fazer a diferença favoravelmente. “Sabíamos que a bola parada iria fazer a diferença. Há muito tempo que a nossa não fazia e hoje tivemos a felicidade. Essa vitória nos coloca numa condição boa. Temos uma equipe forte e podemos brigar pelo título Brasileiro”, afirmou.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade