Futebol/Copa do Brasil - ( )

Revés no Maracanã cria pressão sobre Kleina na Copa do Brasil

São Paulo (SP)

A derrota de virada para o Flamengo, a segunda seguida em três rodadas do Campeonato Brasileiro, aumentou a pressão sobre Gilson Kleina. Quem diz isso é o próprio treinador do Palmeiras, às vésperas da segunda fase da Copa do Brasil.

"Nossa sequência, na Copa do Brasil e no fim de semana (novamente pela competição por pontos corridos), passa a ser ainda mais importante para nossos objetivos", disse, logo após o revés de domingo, no Maracanã, por 4 a 2.

Na quarta-feira, o Palmeiras enfrenta o Sampaio Corrêa, em São Luís, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil. Se vencer por dois gols de diferença, elimina a partida de volta e ganha tempo para se concentrar na recuperação no Brasileiro. Se voltar do Maranhão com um resultado negativo, a cobrança por resultados pode se tornar ainda maior antes de receber o Goiás, no sábado (no último jogo no Pacaembu antes parada pela Copa do Mundo).

Fernando Dantas/Gazeta Press
Treinador palmeirense vem de duas derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro, a última delas de virada
Depois da eliminação para o Ituano na semifinal do Campeonato Paulista, trata-se do pior momento da equipe no ano de seu centenário. Não por coincidência, em meio à polêmica saída do atacante Alan Kardec, seu artilheiro, para o rival São Paulo. Enquanto a diretoria tenta novas contratações, o treinador tenta ajeitar sua formação simultaneamente à busca por vitórias.

"Tem que estar preparado para a pressão em um clube como o Palmeiras. Você não pode deixar de fazer as coisas", minimiza o treinador, ao lembrar que o momento é de reformulação. "Precisamos contratar reforços pra equilibrar o elenco. Estamos fazendo a remontagem da equipe em meio à competição. Na Série A, não dá para brincar".

Para a partida da Copa do Brasil, Kleina provavelmente não poderá contar com Fernando Prass. O goleiro e capitão machucou o cotovelo direito no primeiro tempo da partida contra o Flamengo e precisou ser substituído por Bruno, que sofreu os últimos três gols. O titular deixou o Maracanã com o local bem inchado e realizará exames nesta segunda-feira, data de reapresentação do elenco.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade