Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Santistas acham empate injusto e negam pressão por bons resultados

Do correspondente Tiago Salazar Santos (SP)

O Santos mais uma vez não soube segurar um resultado a seu favor. Após levar a virada diante do Atlético-MG, no último domingo, o time de Oswaldo de Oliveira cedeu o empate para o Goiás, nesta quinta-feira, no Serra Dourada.

A igualdade em 2 a 2, que poderia ser comemorada já que o jogo foi fora de casa, gerou muita insatisfação entre os santistas, principalmente porque, na visão dos jogadores, o time não merecia o resultado.

"A gente estava controlando bem o jogo, mas infelizmente tivemos um descuido e tomamos o gol. Fomos bem melhor no jogo, merecíamos vencer, mas é bola para frente, tentar ganhar em casa contra o Flamengo", disse o lateral direito Cicinho após a partida.

O experiente goleiro Aranha também aprovou a atuação do time e ignorou a pressão que deve aumentar com mais um resultado ruim.

"Não vejo pressão alguma. Fizemos boa pressão até agora, não começamos com vitórias no Brasileiro, mas temos nos apresentado muito bem”, afirmou o camisa 1, também sem dar importância para as críticas em cima do técnico Oswaldo de Oliveira. “A gente que é profissional e está há tanto tempo na primeira divisão, sabe como são as coisas", finalizou.

Ricardo Saibun/Santos FC
Geuvânio abriu o placar para o Santos, que acabou cedendo a igualdade ao adversário

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade