Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Nos acréscimos, São Paulo busca empate contra Furacão em Uberlândia

Uberlândia (MG)

Em um jogo bem disputado no Estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia, o São Paulo buscou um empate por 2 a 2 diante do Atlético Paranaense, depois de ter saído perdendo e voltado a mostrar algumas falhas, especialmente no primeiro tempo. Com o resultado, a equipe paulista chega aos 13 pontos, caindo para a oitava posição. O Furacão, com 10 pontos, parou na 11ª colocação.

O Rubro-Negro abriu o placar aos 30 minutos do primeiro tempo, com Bady aproveitando corte errado de Douglas para tocar para o fundo das redes. Depois do intervalo, o Tricolor chegou ao empate aos 30 minutos, depois que Luis Fabiano sofreu pênalti e Rogério Ceni converteu para deixar tudo igual. Mas Cléo, aos 44 minutos, marcou o dele. Quando tudo parecia definido, Luis Fabiano, aos 46 minutos, fechou a contagem.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense enfrenta o Figueirense, domingo, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Já o São Paulo terá pela frente o Atlético Mineiro, sábado, no Estádio do Morumbi.

Rubens Chiri/Site Oficial SPFC
Rogério Ceni marcou gol em pênalti sofrido por Luis Fabiano, que fez o outro gol do time paulista
O jogo – O Furacão teve uma grande oportunidade para abrir o placar logo aos dois minutos, com Douglas Coutinho, que recebeu no ataque e bateu cruzado, pela linha de fundo. A resposta veio aos sete minutos, com Denílson, que soltou o pé, exigindo grande defesa de Weverton. A equipe rubro-negra tentava aproveitar os pontos fracos da defesa paulista para abrir o placar. Aos oito minutos, Léo Pereira subiu bem para testar para fora.

A partida era equilibrada, com Atlético marcando forte o meio-campo, impedindo o São Paulo de progredir. Aos 16 minutos, Douglas cruzou para Luis Fabiano, mas Léo Pereira apareceu para afastar. No lance seguinte, Douglas arriscou de longe e isolou a bola. Bola parada para o Tricolor e Osvaldo fez o levantamento. Atento, Weverton deixou a meta para tirar de soco.

Reclamação atleticana aos 27 minutos, em cobrança de falta que bateu no braço de Reinaldo pelo caminho. O árbitro mandou o jogo seguir. Mas, aos 30 minutos, Douglas cortou cruzamento errado e a bola sobrou para Bady empurrar para o fundo das redes e abrir o placar. O Tricolor quase respondeu aos 31 minutos, com Osvaldo, que chutou de fora da área, com perigo. Aos 37 minutos, foi a vez dos paulistas pedirem toque de mão de Sueliton. Nada marcado.

Arte GE.Net
Depois do intervalo, o São Paulo voltou com Boschilia no lugar de Alexandre Pato. Aos dois minutos, Natanael fez o cruzamento fechado e quase encobriu Rogério Ceni, que se recuperou bem no lance. Aos cinco minutos, Douglas Coutinho soltou o petardo e errou o alvo. O Tricolor acordou aos sete minutos, em cruzamento de Douglas que Luis Fabiano desviou para fora. Lesionado, Denílson deixou o jogo para a entrada de Hudson.

Após as mudanças, a equipe paulista passou a tentar dominar o meio-campo para ter maior transição com o ataque. Mas quem criou a melhor oportunidade foi o Rubro-negro, aos 21 minutos, com Ederson, que recebeu depois de jogada individual de Marcos Guilherme e, na cara do gol, chutou errado, direto pela linha de fundo.

O torcedor já se irritava com o São Paulo quando, aos 28 minutos, Deivid derrubou Luis Fabiano na área. Desta vez o árbitro anotou o pênalti. Na cobrança, Rogério Ceni deixou tudo igual. O gol mudou o panorama da partida. Aos 34 minutos, Hudson cruzou para a área, Ganso não alcançou e Luis Fabiano, livre, desperdiçou. A pressão, no entanto, não se sustentou. Para piorar, aos 44 minutos, Cléo recebeu na área e desviou para o fundo do gol. Porém, aos 46 minutos, Luis Fabiano desviou chute no meio do caminho e deixou tudo igual.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade