Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

São Paulo pode ter "dois ou três" nomes diferentes contra CRB

Tossiro Neto São Paulo (SP)

O São Paulo que empatou por 2 a 2 com o Coritiba, no sábado, não deverá ser o mesmo que, na quarta-feira, decidirá contra o CRB uma vaga na terceira fase da Copa do Brasil. Muricy Ramalho deu a entender que poderá trocar alguns jogadores por motivo físico.

"Temos que pensar. Não teremos viagem, mas o time sentiu muito o desgaste daquela viagem (no jogo de ida, em Maceió). Vamos olhar com carinho e podemos trocar dois ou três jogadores para dar mais força ao time", disse o treinador.

No sábado, os meias Paulo Henrique Ganso e Boschilia, titulares na capital alagoana, há pouco mais de uma semana, começaram no banco de reservas para darem lugar a Pabon e Osvaldo, respectivamente. Na quarta-feira, pela declaração de Muricy, é possível que ao menos um dos dois atacantes perca novamente a titularidade.

A troca de jogadores pode fazer com que o desenho tático do time seja alterado novamente. Contra o Coritiba, o São Paulo abandonou o esquema 4-4-2 e voltou a jogar com dois atacantes pelas laterais (Pabon e Osvaldo) e um mais centralizado (Luis Fabiano), além de um quarto, que fazia a função de falso armador (Alexandre Pato), mais próximo do centroavante.

Rubens Chiri/www.saopaulofc.net
Osvaldo é um dos candidatos a deixar o time, embora não viesse sendo titular nos jogos anteriores da equipe
Questionado se vai manter uma formação caso ache o time ideal, Muricy usou exemplo do futebol europeu para defender as consecutivas variações táticas que, até outro dia, contestou.

"É só no Brasil que existe isso (não poder variar). Tem que aprender que um jogo é diferente do outro. O Real Madrid deu essa lição. Aqui no Brasil, a gente custa um pouco a analisar isso. Mas é obrigação do técnico mesmo", falou, irritado com a pergunta de um jornalista.

A preparação da equipe começa na tarde desta segunda-feira, quando o elenco se reapresenta no CT da Barra Funda. Os desfalques são os zagueiros Rodrigo Caio (suspenso pela expulsão em Maceió) e Paulo Miranda (lesionado) e o lateral direito Douglas (também machucado).

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade