Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Sem Olímpico, Grêmio realiza treino físico em campo suplementar

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O Grêmio abriu seu dia de treinos na manhã desta quarta-feira com um trabalho físico. O grande desfalque da atividade, curiosamente, não foi nenhum jogador, mas sim o Estádio Olímpico. Entregue à FIFA para ser um dos campos de treinamento para a Copa do Mundo, a histórica casa tricolor não poderá ser usada pelo Grêmio nas próximas semanas. A atividade desta quarta ocorreu no campo suplementar do complexo do bairro Azenha.

O trabalho parecia mais de pré-temporada do que de um grupo que está meio à disputa do Brasileirão. Os jogadores treinaram arrancadas, tiros curtos e corridas, depois de se exercitarem na academia. O objetivo é utilizar um raro meio de semana livre para aprimorar questões físicas e técnicas, o que vinha sendo impossível para um elenco que disputava a Libertadores em paralelo com outro torneio até a semana passada.

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
O técnico Enderson Moreira orienta o trabalho do Grêmio, que ainda tenta superar eliminação na Libertadores
A principal novidade no elenco diz respeito ao meia Jean Deretti. Recuperado de um problema na costela, o articulador trabalhou com bola pela primeira vez nesta semana. Ele, Kleber, Rhodolfo e Adriano seguem buscando recuperação para ficar o mais depressa possível à disposição do técnico Enderson Moreira, mas as chances de o quarteto enfrentar a Chapecoense, domingo, são pequenas.

Marquinhos: o lateral de 21 anos, recém trazido do Figueirense, teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e está à disposição de Enderson Moreira já para a partida do final de semana, em Chapecó.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade