Futebol/Campeonato Espanhol - ( - Atualizado )

Simeone põe título entre feitos "mais importantes da história"

Barcelona (Espanha)

Diego Simeone era volante do Atlético de Madri no título espanhol de 1995/1996, o último do clube até o argentino, agora como treinador, comandar a equipe em uma nova conquista, assegurada neste sábado diante do Barcelona, no Camp Nou.

Conquista que esteve ameaçada depois de seu time perder dois jogadores lesionados - um deles, o principal, o hispano-brasileiro Diego Costa - e sair atrás no placar. Com a derrota, o Atlético seria ultrapassado pelo Barcelona na última rodada da competição. Mas, no segundo tempo, Diego Godín, seu xará uruguaio, fez o gol do título.

"O trabalho foi a chave (da conquista). É um dos dias mais importantes da história do Atlético. Ganhar uma Liga no campo do Barcelona...", resumiu o treinador.

O feito deste sábado poderá ser superado daqui a uma semana, quando o Atlético vai a Lisboa para decidir a final da Liga dos Campeões da Europa contra o Real Madrid. Compromisso, inclusive, que faz Simeone se conter na comemoração do título espanhol.

AFP
Treinador foi levantado pelos jogadores, depois da conquista do título espanhol, em pleno campo do Barcelona
"Espero que Madri se vista de rojiblanco, mas agora temos que nos preparar para a final de sábado", advertiu Simeone, que talvez não possa contar com Diego Costa - nem Arda Turna e Adrián López, que também saíram lesionados no decorrer do empate por 1 a 1 com o Barcelona.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade