Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Souza valoriza campanha e projeta Tricolor no G-4 até a Copa

Vítor Dalseno, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

Os 12 pontos conquistados pelo São Paulo nas primeiras sete rodadas do Campeonato Brasileiro e o sétimo lugar na tabela de classificação agradam o volante Souza. Mas, apesar de considerar boa a campanha tricolor, o jogador quer que o time comandado pelo técnico Muricy Ramalho chegue ao G-4 pelo menos até a pausa para a Copa do Mundo, que acontecerá após a nona rodada, agendada para o fim de semana.

“Satisfeito a gente não está, porque queríamos estar em primeiro ou segundo, mas precisamos valorizar as vitórias, que foram contra grandes equipes. Dos time que a gente pegou, acho que só o Coritiba é de menor expressão. Acredito que nenhuma outra equipe teve tantos jogos difíceis como o São Paulo”, disse o jogador na entrevista coletiva que concedeu nesta segunda-feira, após o treino no CT da Barra Funda.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Contra o Atlético-PR, Souza deve formar a dupla de volantes com Hudson, provável substituto do suspenso Maicon
Para conquistar mais uma vitória, o volante espera o apoio da torcida do São Paulo no jogo contra o Atlético-PR, que será disputado nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), no estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia. A expectativa é que os são-paulinos sejam maioria na cidade mineira, como aconteceu no empate contra o Cruzeiro, pela segunda rodada do Brasileiro.

“Confesso que até fiquei surpreso (contra o Cruzeiro). Foi como se a gente estivesse jogando em casa. Precisamos impor nosso jogo e aproveitar essa vantagem. Se vencermos na quarta, vamos com tudo para o jogo de sábado, diante do nosso torcedor, para deixar uma boa impressão antes da Copa”, disse Souza, que não acredita em grandes mudanças no panorama da competição nacional após o Mundial.

“Não acho que será diferente, por isso temos que manter o foco. Quem estiver em cima, terá que brigar para se manter. A gente sabe que vai ser difícil até uma vaga na Libertadores”, afirmou.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade