Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

STJD mantém interdição e Santa Cruz jogará com portões fechados

Rio de Janeiro (RJ)

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) manteve a decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de interditar o estádio Arruda após a morte de um torcedor na partida entre Santa Cruz e Paraná, realizada na última sexta-feira. Com a decisão, o time pernambucano será obrigado a jogar os próximos dois confrontos como mandante com os portões fechados.

O primeiro duelo será na próxima quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), quando o Santa Cruz recebe o Lagarto, ainda pela primeira fase da Copa do Brasil. Depois de vencer por 1 a 0 o primeiro confronto, a equipe coral precisa de um simples empate para seguir na competição nacional. Após a Copa do Brasil, o Santa Cruz volta a jogar como mandante pela Série B do Campeonato Brasileiro, já no próximo sábado, contra o Luverdense.

Além da punição com relação aos portões fechados, o STJD também proibiu a entrada de qualquer torcida organizada do Santa Cruz em qualquer estádio brasileiro até que o autor do arremesso do vaso sanitário, que matou o torcedor na última sexta-feira, seja identificado. A Federação Pernambucana também já começou a agir e oferece até uma recompense para que o criminoso possa ser encontrado.

Confira a nota oficial do STJD:

De ordem do Dr. Auditor Presidente deste Superior Tribunal de Justiça Desportiva, Flávio Zveiter, informo que através de despacho, determina que seja mantida a interdição da interdição administrativa promovida pela CBF do Estádio do Arruda até julgamento da presente Medida ou de eventual denúncia que venha a ser formulada pela Procuradoria Desportiva; que as partidas da equipe do Santa Cruz programadas para ocorrer pela Copa do Brasil e pelo Campeonato Brasileira, respectivamente nos dias 07/05 e 10/05, deverão ser realizadas com Portões fechados; que as torcidas organizadas da equipe do Santa Cruz ficam impedidas de frequentar todo e qualquer Estádio do Brasil até que o autor do arremesso do objeto que causou o óbito do torcedor seja identificado pela autoridade Policial competente; determina ainda que seja encaminhada cópia da presente decisão para as demais Federações para que tomem conhecimento do item 3 da presente decisão e para a Procuradoria de Justiça Desportiva e para a secretaria de segurança publica do Estado de Pernambuco.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade