Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Suspeito teria tentado acertar vaso sanitário em líder de organizada rival

Recife (PE)

Suspeito de arremessar o vaso sanitário que matou um torcedor rival no último dia 02, Luiz Cabral de Araújo Neto tinha como objetivo matar o presidente da Torcida Jovem do Sport, Mário de Azevedo, conhecido como Marinho. Luiz pertence à torcida Inferno Coral, principal organizada do Santa Cruz.

O responsável por revelar a confissão foi o próprio advogado do suspeito, Carlos Alberto Rodrigues Lima. Ele afirmou não estar presente no depoimento, mas garante ter conversado com o cliente e declara que o objetivo de arremessar duas privadas da arquibancada do Estádio do Arruda era se vingar de uma briga ocorrida no último dia 13, quando torcedores de Santa Cruz e Sport se enfrentaram após um clássico entre as equipes.

“Luiz contou que foi surpreendido por Marinho e outros elementos da Jovem (torcida do Sport), que o espancaram. Eles utilizaram até um taco de beisebol. Agrediram ele, que teve dentes quebrados, marcas no rosto e cortes na cabeça. Bateram tão forte nas partes íntimas a ponto de ainda hoje estar com ferimentos”, revela o advogado ao Jornal do Commercio, de Pernambuco.

Apesar de querer a vingança, o suspeito garantiu não ter premeditado o crime. “A intenção de Luiz ao ir ao jogo era de se encontrar com Marinho”, admite o advogado. “Quando estava na arquibancada, pensou ter visto ele lá embaixo. Então se deixou levar pela chance de se vingar e jogou a privada. Não havia a intenção de machucar nenhuma outra pessoa que não fosse Marinho”, argumenta. Se encontrar provas de premeditação, a polícia pode ampliar consideravelmente a possível pena do suspeito.

Além de Luiz, outros dois torcedores do Santa Cruz estão detidos por serem suspeitos do crime. Duas privadas foram atiradas da arquibancada do estádio do Arruda. Uma delas, em vez de acertar o líder de uma facção rival caiu sobre Paulo Ricardo Gomes da Silva, de 26 anos, que também pertence à torcida organizada do Sport.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade