Futebol/Copa do Mundo 2014 - ( )

TAS rejeita recurso e confirma suspensão de croata por grito nazista

Lausanne (Suíça)

O Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) anunciou, nesta segunda-feira, que não aceitou o recurso apresentado pelo croata Josip Simunic, suspenso pelo período de 10 jogos válidos por competições da Fifa após incitar a torcida de seu país com gritos nazistas.

Em comunicado oficial, o TAS disse que o recurso foi rejeitado de forma unânime pelos juízes, que justificaram a permanência da pena pelo fato de Simunic ter ofendido “a dignidade de grupos e pessoas usando palavras discriminatórias”.

Natural da Austrália e com cidadania croata, o zagueiro pegou um microfone depois da partida contra a Islândia, pelas Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo, que garantiu a Croácia no Mundial. Simunic entoou os gritos “U boj, u boj!" ("à batalha", em português) e "Za dom!" ("pela pátria"), e ouviu como resposta dos torcedores a sudação "Spremni!" ("estamos prontos").

AFP
A Fifa entendeu que as palavras usadas por Simunic fazim referência ao Ustase, partido de extrema-direita que governou a Croácia durante a Segunda Guerra Mundial
Além da suspensão de 10 partidas, o defensor ainda recebeu multa no valor de 30 mil francos suíços (R$ 74,8 mil).

Adversária do Brasil na partida de abertura da Copa, que será disputada dia 12 de junho, na Arena Corinthians, em São Paulo, a Croácia também enfrentará México e Camarões pelo Grupo A do Mundial.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade