Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Terceiro suspeito em morte de torcedor no Arruda se entrega à polícia

Recife (PE)

Após dois torcedores suspeitos de atirar o vaso sanitário que matou Paulo Ricardo Gomes da Silva serem presos, um terceiro envolvido se entregou em Recife na noite da última quinta-feira. Segundo seu advogado, Waldir Pessoa Firmo Júnior, de 34 anos, foi à sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para confessar ter ajudado a arremessar objetos das arquibancadas.

Waldir agora se junta a Luiz Cabral de Araújo Neto e Everton Felipe Santiago de Santana como um dos principais suspeitos de terem atirado um vaso sanitário no último dia 02, quando Santa Cruz e Paraná jogaram pela Série B do Campeonato Brasileiro. Eles são acusados de arrancar as privadas dos banheiros do Arruda e de lançá-las em torcedores do Paraná e alguns do rival Sport que passavam nos arredores do estádio.

Especula-se em Recife que o motivo da agressão era vingar-se de torcedores do Sport, que foram ao estádio para torcer contra o Tricolor. O trio de suspeitos prestarão depoimento e devem ser indiciados. Atualmente todos estão detidos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade