Futebol - ( )

Timão pede compreensão por preço de ingressos e diz que avaliará erros

Marcos Guedes São Paulo (SP)

A divulgação dos preços dos ingressos para a primeira partida oficial do Corinthians no estádio de Itaquera, no domingo, contra o Figueirense, gerou reclamações. Houve aumentos significativos, e a diretoria se posicionou, pedindo compreensão e prometendo avaliar eventuais erros nessa “fase de ajustes”.

“Neste começo de gestão, o clube vai errar e acertar até alinhar o serviço e os valores que pretende oferecer aos seus torcedores. Por isso, pede compreensão e paciência de todos até chegar ao ponto ideal – e o clube promete trabalhar muito, como já vem acontecendo, para que aconteça o mais rápido possível”, diz trecho de comunicado publicado no site oficial da agremiação.

Os bilhetes para o jogo do final de semana variam de R$ 50 a R$ 400, embora haja 30% de desconto para os sócios-torcedores – que, provavelmente, ficarão com todas as entradas. Embora haja política do clube envolvida, os valores são a justificativa para os protestos da Gaviões da Fiel contra o presidente Mário Gobbi.

Mas a insatisfação não se limita aos organizados. Muita gente demonstrou sua irritação com os valores cobrados, o que motivou o pedido de compreensão da diretoria. A promessa é que haverá uma revisão antes do próximo compromisso na arena, que acontecerá apenas após a Copa do Mundo.

“Para esta ocasião histórica, os valores dos ingressos foram definidos e divulgados na última segunda-feira. Para a sequência dos jogos do Corinthians na Arena Corinthians, o clube terá o compromisso de avaliar os erros e acertos e, assim, ajustar toda a política estabelecida para o atendimento do torcedor”, conclui o texto divulgado pelo clube.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade