Futebol/Copa do Brasil - ( - Atualizado )

Vasco fica no empate com Treze-PB em casa, mas garante vaga

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

A torcida compareceu para apoiar o Vasco, depois de dois jogos de portões fechados, mas o time carioca encontrou muita dificuldade para garantir a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil. Na partida disputada na noite desta quarta-feira, em São Januário, Vasco e Treze empataram por 1 a 1, resultado que beneficiou a equipe cruz-maltina que venceu o jogo de ida, em Campina Grande, por 2 a 1.

Na próxima etapa da competição nacional, o Vasco vai enfrentar a Ponte Preta que eliminou o Paraná.

O time dirigido por Adilson Batista fez um bom primeiro tempo, mas caiu de produção na etapa final,mesmo com superioridade numérica em função da expulsão de um jogador da equipe adversária. O Treze mostrou uma equipe valente que não se intimidou em momento nenhnum da partida. Os gols foram marcados por Douglas Silva, para o Vasco, e Jailson, para a equipe de Campina Grande.

O jogo - O Vasco começou no ataque e, antes do primeiro minuto, criou a primeira oportunidade. Marquinhos foi lançado pela esquerda e cruzou fechado, mas Thales chegou atrasado.Logo depois, Douglas recebeu na intermediária e arriscou de pé direito, forçando Gilson a se esticar para espalmar a bola e evitar o primeiro gol da equipe carioca.

O Vasco continuava pressionando e, aos três minutos, Yago foi derrubado quando arrancava pela direita.Na cobrança, o goleiro Gilson dividiu com Douglas Silva e conseguiu afastar o perigo. O Treze não conseguia sair da defesa e tentava chegar ao ataque em lançamentos longos que eram facilmente bloqueados pela defesa cruz-maltina.

Aos sete minutos, em nova investida, a bola sobrou para o lateral André Rocha que bateu forte, mas a bola saiu.

O Treze criou a primeira jogada de perigo aos 11 minutos quando Douglas Silva cometeu falta na entrada da área, mas a cobrança de Jailson explodiu na barreira.

Marcelo Sadio/Divulgação/Vasco da Gama
Douglas Silva anotou o único gol do Vasco
O lance deu mais confiança ao time paraibano que começou a adiantar seus jogadores para impedir que a equipe carioca continuasse na pressão, mas o Vasco seguiu em busca do primeiro gol.Aos 15 minutos, Yago foi derrubado no bico esquerdo da grande área, mas a cobrança de Marlon não levou perigo.

Aos 20 minutos, o Vasco marcou o primeiro gol. Douglas bateu falta, pela direita, e o zagueiro Douglas Silva saltou mais do que a zaga para cabecear forte. O goleiro Gilson ainda tentou a defesa, mas a bola ganhou o fundo das redes.

O time de São Januário desperdiçou uma oportunidade incrível aos 22 minutos. Yago chutou, o goleiro deu rebote e Marlon, com o gol aberto, acertou a trave direita.

O castigo não demorou.Aos 24 minutos, o Treze empatou. Luan foi dar um passe de cabeça para Douglas Silva e acabou colocando Jailson, livre, na frente de Martin Silva. O atacante do Treze teve tranquilidade para tocar na saída do goleiro uruguaio e colocar nas redes.

O Vasco teve a chance de desempatar, aos 26 minutos, quando Yago recebeu, na corrida, e bateu cruzado, mas a bola saiu.

O time visitante dava demonstrações de que não estava disposto a ficar na defesa e tentava explorar a habilidade de Esquerdinha e a velocidade de Jailson. Aos 32 minutos, Douglas chutou da entrada da área, o goleiro Gilson deu rebote e Marquinhos colocou a bola nas redes, mas o gol foi anulado por impedimento, embora o atacante vascaíno estivesse em condição legal.

Nos últimos minutos, o jogo passou a ficar mais cadenciado, embora o Vasco continuasse com mais posse de bola. No último lance da primeira etapa, Thales recebeu de Douglas e chutou forte e rasteiro, mas o goleiro Gilson defendeu com dificuldade.

O segundo tempo começou com o Vasco no ataque. E aos 30 segundos, Felipe Bastos exigiu uma defesa difícil do goleiro Gilson. Em duas jogadas consecutivas, o goleiro do Treze se atrapalhou, ao tentar rebater a bola, e quase proporcionou uma ótima chance para os atacantes do time de São Januário.

Aos sete minutos, Douglas fez ótimo lançamento para Marquinhos que penetrou em velocidade, mas o goleiro Gilson saiu com precisão para abafar a jogada. A resposta do Treze veio em chute de Clebson, defendido com dificuldade, por Martin Silva.

A partida ficou aberta, com os dois times procurando o ataque.Aos nove minutos, Felipe Bastos deu chapé dentro da área e concluiu para boa defesa de Gilson.

Marcelo Sadio/Divulgação/Vasco da Gama
Apesar do empate em casa, o Vasco ficou com a vaga na próxima fase da Copa do Brasil
Depois de nova hesitação do zagueiro Luan, o técnico Adilson Batista decidiu reforçar o setor defensivo e promoveu a estreia do volante Fabrício que entrou no lugar do atacante Marquinhos. O goleiro Gilson voltou a aparecer bem em cruzamento fechado de Yago, aos 18 minutos. Logo depois foi a vez de Fabrício desperdiçar uma boa chance, ao receber dentro da área.

O Treze passou a atuar com dez jogadores, a partir dos 21 minutos. A bola tocou na mão do lateral Fernandes e do atacante Yago que disputavam a jogada, mas o árbitro anotou apenas a infração do jogador paraibano e mostrou o segundo cartão amarelo ao jogador da equipe nordestina.

Com um jogador a mais, o Vasco passou a dominar a partida, mas encontrava dificuldades para concluir as jogadas. O colombiano Montoya entrou no lugar de Felipe Bastos, mas a equipe continuou cometendo erros e sofrendo pressão do Treze. No final, mesmo garantindo a vaga, o time saiu vaiado de campo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade