Futebol/ Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Willian quer ficar, mas Cruzeiro acha valores muito altos

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O atacante Willian não é titular absoluto do Cruzeiro, mas tem a confiança do técnico Marcelo Oliveira e da torcida cruzeirense. Apesar de querido pela torcida celeste, o destino do jogador no clube mineiro segue indefinido. Isso, porque o contrato de empréstimo do atacante termina em 14 de julho e a cúpula da Raposa ainda não sabe se vai comprar o atleta.

Willian pertence ao Metalist, time da Ucrânia, que cobra quatro milhões de euros, cerca de R$ 12 milhões para liberar o atacante em definitivo, valores considerados altos pelo Cruzeiro. O clube mineiro pretende fazer uma oferta menor para os ucranianos, mas existe dificuldade de comunicação com o país do Leste europeu, que vive instabilidade política.

O jogador sabe que existe o interesse do Cruzeiro, e já teria, inclusive, as bases de um novo contrato acertadas, mas depende do aval do Metalist, situação que Willian espera que seja resolvida em breve: “Do nosso lado creio que está bem resolvido. Agora vamos ver com o Metalist, para ver qual o interesse deles também, para eu permanecer aqui por muito tempo”, declarou.

Além do Cruzeiro, o Corinthians também teria vontade de contar com o talento de Willian, que não descarta outro time no Brasil para não ter quer voltar para a Ucrânia. “Pode aparecer alguma coisa também, pelo trabalho que a gente faz aqui. Muitas coisas são especulações. Mas se aparecer não é fora do normal, até pelas conquistas que tive aqui. Mas o Cruzeiro é a prioridade. O meu lado aqui está bem resolvido para o Cruzeiro efetuar essa compra, se Deus quiser”, comentou.

Divulgação/Cruzeiro
Para não voltar à Ucrânia, William não descarta outro clube brasileiro, mas dá preferência ao Cruzeiro

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade