Futebol/Copa do Mundo - ( )

Abatida com a derrota, Gana prefere manter o silêncio

Maceió (AL)

Os Estados Unidos quebraram o tabu das Copas de 2006 e 2010 e venceram a seleção de Gana por 2 a 1 na última segunda-feira. Com o resultado, a equipe optou por manter o silêncio e cancelou a coletiva que aconteceria nesta terça. Em vez disso, os jogadores e a comissão técnica se reuniram para discutir os próximos duelos e as mudanças a serem adotadas.

A assessoria justificou que uma das razões do cancelamento seria o cansaço dos jogadores, que chegaram a Maceió de madrugada. O treino no Estádio Rei Pelé no período da tarde aconteceu normalmente.

O próximo confronto será contra a Alemanha no sábado, às 16h, no Castelão. Após a partida de segunda, o técnico James Kwesi Appiah reconheceu que foi um jogo difícil, mas acredita que a equipe tem chances de se classificar. “Teremos que jogar bem contra a Alemanha, e tenho certeza de que daremos trabalho a eles”, declarou.

O capitão Asamoah Gyan saiu abatido com a derrota e afirmou que Gana quer voltar forte para brigar por uma vaga. “Agora temos que ir contra todos que apostam contra nós. Precisamos manter nosso foco e jogar o que sabemos e podemos jogar.”

Gana está em terceiro no Grupo G e não pode mais perder. Depois de enfrentar a Alemanha, a seleção encara Portugal no dia 26 de junho, às 13h, no Mané Garrincha.

AFP
EUA quebrou o tabu e venceu Gana por 2 a 1 (Foto: Javier Soriano/AFP)