Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Abreu sonha retornar ao Botafogo: "Minha história aqui ainda não acabou"

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Em ação de marketing organizada com o aval da diretoria do Botafogo, o clube reuniu cerca de 450 torcedores na noite de terça-feira, em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro. O evento "Loco Convida" prestou homenagem ao atacante uruguaio Loco Abreu, que se tornou ídolo do Alvinegro entre 2010 e 2012. O atleta ficou muito emocionado com o carinho dos fãs e mesmo com 37 anos pediu para voltar ao clube.

"Pode ser agora, amanhã ou no ano que vem, mas eu quero voltar. Minha história aqui ainda não acabou. A gente vê isso pelo carinho das pessoas que estão aqui, com essa recepção. Vemos o carinho que existe. Mas tenho certeza de que ainda vou ter a oportunidade de voltar antes de encerrar a minha carreira e escrever mais uma história bonita por aqui", disse Loco Abreu.

Loco passou a contar com a idolatria do torcedor do Botafogo em 2010, quando foi o grande nome na conquista do título carioca, inclusive marcando um gol de pênalti com direito a uma cavadinha que levou os alvinegros ao delírio e irritou os flamenguistas presentes ao Maracanã.

"Aquela partida foi memorável e importante, pois o Botafogo vinha de perder o Campeonato Carioca três anos seguidos para o Flamengo. Acabou que isso fez com que a torcida me amasse mais. Além disso, eu sou um jogador que gosto muito de jogar clássicos. Ficava feliz em marcar contra o Flamengo, mas também gostava de marcar gols contra o Vasco e o Fluminense", disse Loco Abreu.

Divulgação/Botafogo F. R.
Ídolo distribuiu autógrafos e tirou fotos com torcedores no evento organizado pelo Botafogo (foto: Marcos Silva)
Loco Abreu se tornou uma referência do ataque botafoguense até 2012, quando entrou em rota de colisão com o técnico Oswaldo de Oliveira por vir sendo substituído de maneira constante em campo. O treinador, por sua vez, desejava ter um atleta com mais movimentação na frente. Assim, Loco Abreu foi emprestado ao Figueirense, onde teve pouco destaque, deixando em seguida o país. No Botafogo seu principal parceiro de ataque foi o argentino Herrera.

A diretoria do Botafogo não se posicionou sobre um possível retorno de Loco Abreu. Porém essa possibilidade é considerada remota no clube, já que existem outras prioridades em termos de chegada de reforços e o dinheiro para investimentos não chega a ser nenhuma maravilha, mesmo com a boa redução da folha salarial, gerada pela saída de expoerientes atletas como o volante Renato, atualmente no Santos, e o meia uruguaio Lodeiro, negociado com o Corinthians e que está defendendo o Uruguai na Copa do Mundo. O elenco do Botafogo está de férias até a próxima segunda-feira, quando se reapresenta e inicia a preparação para a sequência do Campeonato Brasileiro e para a Copa do Brasil.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade