Futebol - ( - Atualizado )

Aidar vibra com público superior ao de Copa: “Seria mais barato aqui"

William Correia e Marcos Guedes São Paulo (SP)

Carlos Miguel Aidar apareceu sorridente no Morumbi nesta sexta-feira, minutos antes do início do amistoso entre Brasil e Sérvia. O presidente do São Paulo se divertiu com o fato de que o jogo vendeu mais de 62 mil ingressos, superior aos 61.606 lugares no estádio do Corinthians na estreia da Copa do Mundo, na próxima quinta-feira.

“A Copa do Mundo poderia ser aqui, né? Um terço do que foi gasto no Itaquerão poderia ser usado para modernizar o Morumbi. Vamos ter mais público hoje do que na abertura da Copa”, indicou o dirigente.

De acordo com números divulgados oficialmente pelo Corinthians, o estádio do clube custou R$ 1,150 bilhão contabilizando os juros. Mas Aidar, durante sua rápida passagem para chegar ao camarote, avisou que “não morde mais”, controlando provocações.

“Vai ter mais gente aqui no Morumbi hoje, mas isso não é demérito do Corinthians. Parabéns a eles”, afirmou o são-paulino, que, em seu curto período de gestão, já se envolveu em polêmica com corintianos, palmeirenses e até napolitanos ao minimizar o interesse do clube italiano em Paulo Henrique Ganso.

Sobre a Seleção Brasileira, Aidar apontou Thiago Silva como um bom reforço. O time do Morumbi apresenta problemas na defesa que, segundo o seu mandatário, seriam resolvidos pelo zagueiro do Paris Saint-Germain, da França, que será capitão do Brasil neste Mundial.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade