Futebol Internacional/Bastidores - ( )

Ainda sem clube, Anelka estampa gesto polêmico em camiseta

Kinshasa (Congo)

Mesmo sem jogar, o atacante Nicolas Anelka segue sendo protagonista de polêmicas. Nesta sexta-feira, o francês participou de um evento de abertura de uma instituição de caridade no Congo vestido com uma camiseta que estampava o mesmo gesto considerado antissemita que o fez ser suspenso no futebol inglês no início do ano.

A camiseta estampava o escudo do personagem de quadrinhos Super-Homem. Entretanto, as bordas do símbolo tinham formato de mãos e ilustravam o ato de estender uma delas em direção ao antebraço oposto, em referência ao gesto conhecido como quenelle, criado por um humorista francês de extrema direita para ironizar o sionismo no país. O jogador ainda publicou a imagem em uma rede social.

Anelka fez o gesto inicialmente no final do ano passado, enquanto ainda defendia o West Bromwich, ao comemorar um gol. A atitude teve grande repercussão na Europa e o atacante chegou a ser criticado por autoridades francesas.

Reprodução/Twitter
Anelka voltou a polemizar ao estampar gesto considerado antissemita em camiseta

Devido ao gesto, Anelka acabou sendo multado e suspenso por cinco jogos pelo Comitê Disciplinar do futebol inglês. O jogador, no entanto, rescindiu com o clube antes de terminar de cumprir a punição e desde então está sem clube. Chegou a negociar com o Atlético Mineiro, porém, sem sucesso.

Em sua defesa, Anelka alegou que a comemoração foi apenas uma homenagem a Dieudonné M’bala M’bala, autor do gesto e seu amigo, e que não tinha intenção de ofender os judeus.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade