Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Ainda vinculado ao Botafogo, Jobson tem futuro indefinido

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O atacante Jobson, com contrato com o Botafogo até o fim de 2015, segue com a sua situação indefinida. O jogador retornou ao Brasil no fim de maio, após enfrentar sérios problemas no Al-Ittihad, da Arábia Saudita. Agora, ele está sem clube e deverá se reapresentar juntamente com o restante do elenco, na próxima segunda-feira. Porém, dificilmente vai permanecer em General Severiano, já que o presidente Maurício Assumpção não pretende mais vê-lo com a camisa botafoguense.

Jobson está treinando e mantendo a forma de maneira particular. O jogador manifestou a amigos a vontade de voltar a defender o Botafogo e tenta convencer os dirigentes que sua postura bé completamente diferente. O atleta garante que amadureceu no período em que esteve na Arábia Saudita, quando chegou a ter o passaporte confiscado, as reservas de hotel canceladas e por muito pouco não morou na rua. Sua liberação aconteceu apenas após seus advogados ameaçarem ir à Fifa para conseguir uma punição ao Al-Ittihad.

A ideia de Maurício Assumpção é procurar um clube para Jobson possa ser emprestado por um ano e meio, até que chegue ao fim seu contrato com o Botafogo. O problema é que o jogador parece estar com o filme queimado com vários clubes do país. O jogador teve problemas no Bahia, no Atlético-MG, no Barueri e no São Caetano.

Jobson despontou com sucesso pelo Botafogo na reta final do Campeonato Brasileiro de 2009, quando foi um dos principais responsáveis por evitar que o time fosse rebaixado para a Série B. Porém, naquele mesmo ano foi flagrado no exame antidoping e suspenso por uso de drogas, ficando parado até a metade de 2010. O fato impediu que se transferisse para o Cruzeiro. Livre da suspensão, defendeu o Botafogo, porém, voltou a se enevolver com problemas disciplinares e foi emprestado. O fato irritou Maurício Assumpção, que vinha fazendo todos os esforços para a recuperação do atacante. 12

Se Jobson não tem mais chnces de permanecer em General Severiano, o clube segue tentando a contratação de reforços. Porém, os problemas financeiros estão atrapalhando que negociações possam ir adiante. O principal sonho continua mesmo sendo o atacante Robinho, de saída do Milan. O jogador desperta o interesse de outros clubes e tem uma proposta do Orlando, dos Estados Unidos. Apesar disso representantes do atleta estão interessados que ele defenda o Botafogo, pois entendem que o clube da Estrela Solitária pode ser a melhor opção para o jogador, que no Brasil tem sondagem do Flamengo.

O meia Riquelme, que está de saída do Boca Juniors, da Argentina, foi oferecido por um grupo de empresários, mas a diretoria entendeu que a negociação não seria interessante por conta dos salários e do jogador já ter 36 anos. O meia Fernandinho, que recentemente deixou o Atlético-MH e retornou para o futebol asiático, também está nos planos, mas a transação é considerada complicada. O Flamengo também tem interesse no jogador, que foi sondado ainda por um clube do Rio Grande do Sul. A diretoria espera anunciar algum reforço até a reapresentação do elenco, na segunda-feira.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade