Futebol/Copa 2014 - ( )

Akinfeev agradece apoio da equipe e pede perdão por "erro infantil"

Cuiabá (MT)

23 minutos do segundo tempo. Lee Keun-Ho, com pouco tempo de gramado, arriscou da intermediária e viu o goleiro Akinfeev falhar ao tentar segurar a bola. A tentativa de defesa sem rebote rendeu o primeiro gol da Coreia do Sul sobre a Rússia, em partida válida pela rodada inaugural do Grupo H. Para o alívio do goleiro, os soviéticos empataram, com gol de Kerzhakov, mas o erro foi a tônica durante a entrevista coletiva do arqueiro, que não fugiu das perguntas.

“Peço desculpas pela falha. Foi um erro infantil e assumo toda e qualquer responsabilidade pelo gol. Após o jogo, os companheiros demonstraram apoio comigo e eu agradeço. É muito importante pra mim. Porém, não ficarei tranquilo. Um goleiro de seleção nacional jamais poderá falhar desta forma”, sintetizou.

“Herói” russo, o experiente atacante Kerzhakov saiu em defesa de Akinfeev: “Todos cometem erros, isso é mais do que normal. Somos um time e o grande diferencial do grupo é dividir as falhas com todos”, explicou.

O próximo desafio da Rússia será neste domingo, às 13 horas (de Brasília), diante da Bélgica. O confronto europeu terá como palco o Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. No mesmo dia, completa o Grupo H o compromisso entre Coreia do Sul e Argélia, que terá início às 16 horas, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre-RS.

AFP
"Foi um erro infantil e assumo toda e qualquer responsabilidade pelo gol", disse o goleiro russo Akinfeev