Futebol - ( - Atualizado )

Andrés insinua festas e choro de alegria de Laor por saída de Neymar

São Paulo (SP)

O ex-presidente do Santos, Luís Álvaro, declarou durante a semana que não gostaria mais de falar com Andrés Sanchez. O ex-presidente do Corinthians, em entrevista ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, explicou o que houve.

“Na época do ‘sai, não sai’ do Neymar, o Laor disse que quem pagasse a multa podia leva-lo. Eu fui e contatei o jogador, falei que ia pagar a multa e ele me respondeu que só jogava no Santos aqui no Brasil”, contou.

Diante deste cenário, Andrés Sanchez aponta como injusta as acusações sofridas, de que teria assediado o jovem craque.

“Achei bonita a atitude do Neymar e fui acusado de assédio pelo Laor. Agora, eu vou respeitar até a idade e a saúde dele, não vou ficar falando de uma casa no Jardins, umas festas, choro pela saída do jogador. E não é choro de tristeza”, completou.

Divulgação
Andrés Sanchez afirmou que a saída de Neymar teve como pano de fundo uma série de festas

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade