Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Ansioso e arrepiado, Neymar diz realizar sonho até de quem não joga

Luiz Ricardo Fini e William Correia São Paulo (SP)

Na véspera da estreia do Brasil na Copa do Mundo, Neymar admitiu a ansiedade para o jogo contra a Croácia. O atacante se disse arrepiado ao ouvir Luiz Felipe Scolari avisar que “chegou a hora” e repetiu o discurso do técnico, na entrevista realizada momentos antes do último treino para o jogo de abertura.

“Arrepiou, chegou a hora. É o momento que todos os brasileiros e o mundo esperam, principalmente nós, jogadores, e a comissão técnica. Esperamos que este dia de hoje (quarta) passe o mais rápido possível”, afirmou.

Ao explicar a importância do jogo desta quinta-feira para sua carreira, Neymar se lembrou dos amigos de infância, que não conseguiram se tornar jogadores. Em meio à preparação para a partida, que será disputada no estádio em Itaquera, o atacante recebeu o incentivo de quem o conhece desde a época em que ainda era um anônimo.

“Estou ansioso, sim, mas é uma felicidade muito grande. Muitas pessoas queriam estar aqui, recebo mensagens dos meus amigos dizendo que estou realizando meu sonho e o deles também. Espero que eu possa ajudar minha equipe da melhor forma possível e realizar o sonho de todo brasileiro, que é o título”, declarou.

Mesmo admitindo a ansiedade em vários momentos da entrevista coletiva, Neymar acredita que não terá problemas para dormir. Em sua curta carreira, já recheada de jogos decisivos, o atacante alega ter sofrido de insônia apenas uma vez, em 2011, antes de ser campeão da Libertadores pelo Santos.

“Uma vez que acabei ficando muito ansioso e fui dormir tarde foi antes da final da Libertadores. Eu estava dividindo o quarto com o Ganso, e fomos dormir às seis horas da manhã. Estou muito ansioso, mas estou mais velho e maduro. Acho que não vou ter problema, vou dormir bem”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade