Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Apoiada em Manaus, Itália bate Inglaterra e quebra jejum na Copa

Bruno Ceccon, Enviado Especial Manaus (AM)

Com apoio da maioria da torcida na Arena da Amazônia, a Itália venceu a Inglaterra por 2 a 1 na tarde deste sábado. Assim, os tetracampeões mundiais quebram o jejum de vitórias iniciado em 2006 e marcam seus primeiros três pontos no Grupo D da Copa.

Então campeã mundial, a Itália voltou da África do Sul com dois empates e uma derrota em 2010. A seleção não vencia uma partida no tempo normal desde as quartas de final da Copa de 2006 (3 a 0 sobre a Ucrânia), já que ganhou a semi na prorrogação e a decisão, nos pênaltis.

A Itália contou com o apoio da maioria do público em Manaus assim que subiu ao gramado para o aquecimento. Já os ingleses ouviram algumas vaias, especialmente o técnico Roy Hodgson, pivô da polêmica com a capital do Amazonas, criticada pelo clima quente e úmido.

A temperatura girou em torno dos 30ºC neste sábado, com quase 70% de umidade relativa do ar e sensação de abafamento – o jogo começou às 18 horas locais. Claudio Marchisio abriu o placar para a Itália e Daniel Sturridge empatou logo depois. Já na etapa complementar, Mario Balotelli marcou o gol da vitória em Manaus.

Na próxima rodada, na Arena Corinthians, a Itália enfrenta o Uruguai, às 16 horas (de Brasília) de quinta-feira. Já a Itália pega a Costa Rica, na Arena Pernambuco, às 13 horas de sexta. No jogo que abriu o Grupo D, também disputado neste sábado, a equipe centro-americana bateu a Celeste por 3 a 1.

O Jogo - A Inglaterra dominou as ações nos primeiros minutos e chegou a levar ao goleiro defendido por Sirigu, substituto do lesionado Buffon. Com tranquilidade, a Itália passou a trocar passes na cadência de Pirlo, e abriu o placar aos 34 minutos. Em cobrança curta de escanteio pela direita, o meia deixou a bola passar para chute certeiro de Marchisio.

Logo após o gol, jogadores das duas equipes aproveitaram para se hidratar na beirada do gramado, paralisando o jogo por alguns segundos. A Inglaterra não se abalou com o lance e chegou ao empate aos 36 minutos, quando Rooney desceu pela esquerda e cruzou para Sturridge completar.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Balotelli aproveita vacilo de Cahill e cabeceia livre, sem chance de defesa para Hart no gol da vitória italiana
A Itália quase aumentou durante os acréscimos da etapa inicial. O goleiro Hart resolveu sair da meta para conter um ataque de Balotelli e quase acabou encoberto pelo italiano. Pouco depois, Candreva recebeu dentro da área, cortou para o meio e chutou na trave.O astro Mario Balotelli participou pouco da partida durante o primeiro tempo, mas voltou aceso para a etapa complementar. Logo aos quatro minutos, Candreva desceu pela direita e fez cruzamento preciso para cabeçada do atacante, posicionado nas costas de Cahill.

Aos 12 minutos, Prandelli colocou o brasileiro Thiago Motta no lugar de Verratti. Pouco depois, a torcida italiana passou a gritar “olé” a cada passe de seus jogadores. Em uma sequência de lances perigosos, Sturridge, Rooney e Barkley assustaram o goleiro Sirigu.

O goleiro Sirigu defendeu cobrança de falta de Baines aos 31 minutos. Os dois técnicos fizeram três alterações durante a etapa complementar, mas o placar permaneceu inalterado na Arena da Amazônia, para alegria da maior parte do público. Aos 48, Pirlo ainda acertou o travessão de Hart em cobrança de falta.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade