Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Após agressão, Assou-Ekotto treina entre os reservas de Camarões

Cariacica (ES)

Uma cena marcou a goleada da Croácia sobre Camarões, por 4 a 0, em Manaus-AM: a agressão do lateral-esquerdo Assou-Ekotto no meia Moukandjo, na segunda etapa do compromisso, válido pela segunda rodada do Grupo A. Após o incidente, o técnico alemão Volker Finkel adotou uma postura curiosa: deixou o defensor do Queens Park Rangers-ING treinando entre os reservas, mas manteve o camisa 8 entre os titulares.

Na tarde deste sábado, em atividade realizada no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica-ES, Finkel esboçou a formação titular com, curiosamente, dez jogadores. Assim, os Leões Indomáveis tiveram Itandje; Nyom, N’Koulou, Matip e Bedimo; Enoh, Nguemo,Moukandjo e Aboubakar; Choupo-Moting.

Entre os suplentes, além de Assou-Ekotto, figuraram Feudjou, Djegoué, Nounkeu, Chedjou, Song, Makoun, Salli, Webo e Olinga. M’Bia e Ndjo, que não participaram do treinamento de sexta-feira, fizeram trabalhos específicos na beira do campo. Por sua vez, o ídolo Samuel Eto’o permaneceu no hotel.

Antes de iniciar o coletivo, os jogadores protagonizaram uma rápida corrida e, na sequência, se abraçaram no centro do campo. O fim da atividade foi marcado por treinos de finalização, incluindo a bola parada.

O compromisso final de Camarões, já eliminada, será nesta segunda-feira, às 17 horas (de Brasília), diante da Seleção Brasileira, no Estádio Mané Garrincha. Completa a chave, no mesmo dia e horário, o encontro entre Croácia e México.

AFP
Assou-Ekotto marcado pelo brasileiro Sammir: a agressão no companheiro pode ser o motivo da reserva