Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Após alcançar Milla, Gyan se torna o primeiro africano a marcar em 3 Copas

Fortaleza (CE)

No empate de Alemanha com Gana por 2 a 2, em partida válida pela segunda rodada do Grupo G, o alemão Miroslav Klose entrou para a história das Copas do Mundo, após igualar a marca de artilheiro máximo do torneio, feito antes imposto por Ronaldo Fenômeno, com 15 gols marcados. Porém, no duelo disputado em Fortaleza-CE, outro atleta escreveu seu nome na trajetória do campeonato: o atacante Asamoah Gyan, camisa 3 dos Estrelas Negras.

Com o gol que virou a partida, marcado aos 18 minutos da segunda etapa, Gyan igualou a marca de maior artilheiro africano nas Copas, com cinco redes balançadas. O feito foi imposto na edição de 1994, pelo lendário camaronês Roger Milla. Além disso, o dianteiro do Al Ain-EAU se tornou o primeiro atleta do seu continente a anotar tentos em três edições do Mundial (2006, 2010 e 2014).

Logo em sua estreia em Copas, Gyan deu um cartão de visitas imediato, marcando o gol mais rápido da edição de 2006, na vitória ganesa sobre a República Tcheca, pelo placar de 2 a 0. Já no Mundial seguinte, três seleções foram vítimas da pontaria do camisa 3: Sérvia, Austrália e Estados Unidos.

Ainda com chances de classificação, Gana mede forças com Portugal, na última rodada do G. O compromisso está marcado para quinta-feira, às 13 horas (de Brasília), no Estádio Mané Garrincha. No mesmo dia e horário, a Alemanha terá pela frente os Estados Unidos, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata-PE.

AFP
Asamoah Gyan recebeu um belo passe de Muntari e concluiu no canto direito de Neuer: gol histórico