Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Após Fred desencantar, Hulk também almeja o seu primeiro gol

Helder Júnior, enviado especial Brasília (DF)

Hulk teve algumas boas oportunidades para fazer o seu gol na vitória do Brasil sobre Camarões, por 4 a 1, nesta segunda-feira. Não conseguiu. Quem realmente desencantou no Mané Garrincha foi outro atacante, Fred, que já contava com o incentivo de todos os seus companheiros para enfim marcar pela primeira vez na Copa do Mundo.

“Não fazer gols me incomoda, é claro. Todos os atacantes querem marcar”, comentou Hulk, antes de priorizar a vitória do elenco. “Se o Brasil ganha, não tem isso. Todo o mundo fica feliz”, sorriu.

Mesmo sem anotar um gol, Hulk teve mais um motivo para se alegrar, já que retornou ao time titular do Brasil. O técnico Luiz Felipe Scolari havia sacado o jogador (que reclamava de dores na coxa esquerda) para a entrada do volante Ramires no empate sem gols com o México.

“Saí por opção do treinador. Voltei hoje e, graças a Deus, consegui ajudar a Seleção”, disse, enaltecendo a atuação brasileira. “Fico feliz por ter ajudado. Todos os jogadores entraram bem. Essa é a nossa cara, o nosso futebol.”

Gazeta Press
O atacante Hulk ainda está em busca de seu primeiro gol na Copa do Mundo (foto: Célio Messias)
Além de Fred ter desencantado, o Brasil contou com mais dois gols de Neymar e outro do volante Fernandinho para mostrar a sua cara. O astro do Barcelona foi eleito o melhor em campo. “O Neymar é um grande jogador. Com certeza, faria falta a qualquer time. Está nos ajudando bastante, mas o coletivo vem primeiro”, discursou Hulk.

Passada a fase de grupos, o atacante agora se prepara para continuar a ser útil contra o Chile, nas oitavas de final. “Teremos muitas dificuldades. Eles possuem jogadores rápidos, que tocam bem a bola. Vamos trabalhar para não haver surpresa”, disse.