Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Argentinos causam tumulto e ação da polícia em Copacabana

São Paulo (SP)

Os torcedores argentinos - principalmente os barra-bravas - estão no grupo considerado de risco pelas autoridades brasileiras. Neste sábado, houve a primeira ação da polícia contra os visitantes.

No Rio de Janeiro, um grupo numeroso com argentinos desfilou por Cobacana e invadiu uma das pistas da Avenida Atlântica. A polícia chegou a usar spray de pimenta, mas não confirma qualquer tipo de confronto. Em nota oficial, alega que ação foi feita apenas para "dispersar o grupo".

No entanto, notas publicadas por meios de comunicação internacionais dão outra versão. Segundo a emissora de rádio argentina Rádio América, torcedores barra-bravas e hooligans (ingleses) entraram em confronto corporal em Copacabana, ao meio-dia deste sábado. A reportagem da GE.Net entrou em contato com a PM carioca, que não soube confirmar a possível briga entre as duas torcidas.

Através de uma listagem da Polícia Argentina, mais de 2100 torcedores proibidos de entrar nos estádios do país vizinho serão barrados caso desembarquem no Brasil. A Polícia Federal intensificou a ronda nas fronteiras para impedir o acesso desses torcedores.

A Argentina estreia na Copa do Mundo diante da Bósnia, neste domingo, no Maracanã. O confronto está marcado para as 19h (de Brasília).

Reprodução/Twitter
Torcedores argentinos e ingleses se misturam em Copacabana. Possível confronto não foi confirmado pela PM do Rio

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade