Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Atacante do Olympiacos, Joel Campbell vira informante da Costa Rica

Do correspondente Tiago Salazar Santos (SP)

O jovem atacante Joel Campbell, que completa 22 anos nesta quinta-feira, pode ser mais importante do que já vem sendo para a Costa Rica nesta Copa do Mundo. Após brilhar contra o Uruguai e se destacar no ataque costarriquenho, Campbell deve ser uma arma importante do técnico Jorge Luis Pinto para o duelo contra a Grécia, pelas oitavas de final do Mundial, tanto dentro quanto fora de campo.

Isso porque Joel Campbell, apesar de ser jogador do Arsenal, da Inglaterra, está emprestado ao Olympiacos, justamente da Grécia, há um ano e conhece bem a maioria dos jogadores que brigarão com a Costa Rica, no próximo domingo, as 17 horas, na Arena Pernambuco, por uma vaga nas quartas de final.

“Joel conhece muitos dos jogadores da Grécia”, reconheceu o zagueiro Michael Umaña, um dos jogadores que não negou a surpresa e o pouco conhecimento sobre a seleção grega. “Creio que vamos estudar mais a Grécia, não vimos muito, mas vamos analisar a partida (contra Costa do Marfim). Grande seleção, avançou. Não será fácil”, completou.

Outro jogador que admite já ter procurado Campbell para falar sobre o próximo rival foi o volante Yeltsin Tejeda, que inclusive já consegue montar uma resumida análise sobre a Grécia.

“Eles são fortes. Sabemos também que fazem um bom bloqueio, contra-ataques letais. Precisam de uma bola para fazer o gol. Teremos de ter cuidados”, disse Tejeda, com base nas informações de seu companheiro de seleção. “É um rival do qual sabemos pouco, mas desde hoje (quarta-feira) vamos observar. É o que temos que fazer. Falei com Joel também, ele deu uma posição. Temos que deixar de lado o que fizemos até aqui”, finalizou Tejeda.

AFP
Caçado pelos marcadores, Joel Campbell é uma das principais armas da Costa Rica para bater a Grécia nas oitavas de final da Copa do Mundo