Futebol - ( - Atualizado )

Atletas do Corinthians tentam derrubar timidez de Romero com apelidos

Extrema (MG)

Ángel Romero mostrou em seus primeiros dias de Corinthians a habilidade que chamou a atenção no Cerro Porteño e uma grande timidez. Os novos companheiros têm brincado bastante com o paraguaio de 21 anos na tentativa de deixá-lo mais à vontade nos treinamentos da equipe em Extrema.

“Ele está igual a mim quando cheguei: quietinho”, disse Romarinho, que chegou ao clube do Parque São Jorge com a mesma idade de Romero. Hoje não tão quietinho, ele puxa as brincadeiras com o atacante, que já ganhou mais de um apelido em sua primeira semana em preto e branco.

“A gente procura brincar, zoar bastante, chamando de Maria Gadu”, gargalhou o camisa 31. “Ele não entende nada, coitado. Como chama aquele moleque do Restart? Isso. Pe Lanza. Ele não sabe, não entende direito porque a gente não mostrou a foto ainda, não”, completou.

Divulgação/Agência Corinthians
Ángel Romero não entende seus apelidos, mas já tem ao menos dois (foto: Daniel Augusto Jr.)
O próprio Romarinho, no entanto, também não escapa das brincadeiras. Enquanto concedia entrevista antes do treino de sexta-feira, o atacante do cabelo encaracolado teve de abrir um envelope com uma foto do meio-campista Cuadrado, da Colômbia, de visual semelhante.

“É o Cuadrado, né? Você acha parecido? É um pouquinho mesmo”, disse o jogador, especialista em marcar contra o Palmeiras, sorrindo ao ouvir que seu sósia teve uma boa atuação diante da Costa de Marfim, que jogou de verde. Ele não teve dúvida ao apontar quem é mais bonito entre ele e Cuadrado. “Quem você acha? Você pergunta ainda?”