Fuebol/Copa 2014 - ( )

Benaglio exalta experiência suíça em Copas: "Conhecemos o sentimento"

Brasília (DF)

Em sua estreia na Copa do Mundo de 2014, a seleção da Suíça, conhecida pelo forte poderio defensivo, foi surpreendida com um gol do Equador, logo aos 22 minutos do primeiro tempo. Porém, mostrou calma e vigor físico para buscar a virada nos acréscimos, com um tento salvador do atacante Seferovic, que saiu do banco de reservas.

O triunfo inaugural, aliado à lembrança do Mundial de 2010, onde os alvirrubros debutaram superando a campeã Espanha, fez o goleiro Benaglio projetar sucesso para seus companheiros em solo brasileiro.

“A sensação é boa naturalmente, pois muitos jogadores estavam naquele elenco de quatro anos atrás e conhecem o sentimento de vencer uma partida de Copa do Mundo. Nós aprendemos a cada dia com isso. Novamente derrotamos um concorrente direto e as perspectivas seguem positivas”, ressaltou, em entrevista ao site da Fifa.

Porém, o arqueiro de 1,95m, que defende o Wolfsburg-ALE, vetou qualquer tipo de acomodação por parte dos companheiros e pregou seriedade para a sequência da fase grupal: “A Copa do Mundo é uma competição que exige o crescimento jogo a jogo. Precisamos aprender com os erros diários e fazer diferente na próxima partida. Nos dois jogos seguintes, é necessária a confirmação da evolução do grupo se quisermos avançar de fase”, finalizou.

O próximo compromisso da Suíça será nesta sexta-feira, às 16 horas (de Brasília), quando medirá forças com a França, na Arena Fonte Nova, em Salvador-BA. Completa o Grupo E, no mesmo dia, o jogo entre Honduras e Equador, que terá como palco a Arena da Baixada, em Curitiba-PR.

AFP
"A Copa do Mundo é uma competição que exige o crescimento jogo a jogo", sintetizou o goleiro Benaglio