Futebol - ( - Atualizado )

Camaroneses trocam agressões em campo em Copa desastrosa

Manaus (AM)

Um lance no final da derrota por 4 a 0 para a Croácia retratou o estado de nervos dos jogadores de Camarões. Já aos 45 minutos do segundo tempo, Assou-Ekotto se irritou com Moukandjo e chegou a lhe dar uma cabeçada antes que o entrevero fosse apartado por Webo.

A briga aconteceu após um cruzamento de Assou-Ekotto que Webo concluiu com cabeceio no travessão. O lateral esquerdo demonstrou enorme irritação com Moukandjo, que respondeu brevemente. O camisa 2, então, foi além e empurrou agressivamente o companheiro com a cabeça, levando empurrão de volta.

Eles escaparam do cartão vermelho, previsto na regra nesse tipo de situação, e foram separados por Webo. Após o apito final, Samuel Eto’o – que não enfrentou os croatas por contusão – tentou acalmar cada um dos jogadores, eliminados do Mundial com duas derrotas.

AFP
Assou-Ekotto mostrou seu destempero dando uma cabeçada no companheiro Moukandjo
O nervosismo camaronês já havia ficado claro no primeiro tempo, quando a vantagem da Croácia era de apenas um gol. Destemperado, Song deu uma grotesca cotovelada em Mandzukic durante um contra-ataque e não teve nem coragem de reclamar de sua indiscutível expulsão.

O clima era tenso desde os dias que antecederam a Copa, com os jogadores brigando com a federação nacional em torno dos prêmios previstos pela campanha no Brasil. Essa campanha será encerrada na próxima segunda-feira, contra os anfitriões, na cidade de Brasília.