Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Capitão da Bósnia, Spahic deixa treino mancando e vira dúvida

Do correspondente Tiago Salazar Guarujá (SP)

A seleção da Bósnia digeriu bem a derrota para a Argentina de Messi logo em sua estreia numa Copa do Mundo, no Maracanã. O placar de 2 a 1 chegou a ser até surpreendente para muitas pessoas, que esperavam uma goleada dos bicampeões do mundo.

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, Besic e Lulic mostraram que o time só pensa nos confrontos contra Nigéria e Irã, que fecham esta primeira fase do Grupo F.

“Nós sempre queremos ganhar e, depois de uma derrota dessa, queremos ganhar ainda mais. Desde o começo do campeonato, a gente sabia que iriamos lutar para ficar em segundo lugar contra Nigéria e Irã, então, vamos fazer tudo para ganharmos”, disse o sereno Lulic.

A Bósnia encara os africanos no sábado, às 19 horas, na Arena Pantanal, em Cuiabá. No mesmo dia, mas às 13 horas, a Argentina pega o Irã para se garantir na segunda fase do Mundial.

AFP
Besic afirmou que a Bósnia estará preparada para o duelo contra a Nigéria (Foto: Cristophe Simon).
“Estamos nos preparando para o jogo contra a Nigéria, assistíamos Nigéria e Irã (empate em 0 a 0). Foi um jogo difícil e sabemos que teremos um jogo duro. Mas sempre entramos preparados e querendo dar o máximo possível de nós”, avisou Besic.

Os bósnios tiveram a terça-feira de folga e voltaram ao trabalho no estádio Antônio Fernandes, em Guarujá, nesta quarta-feira. Na quinta, a delegação já viaja para fazer sua segunda partida na Copa do Mundo.

“O dia livre foi muito bom, é sempre bom para descansar. Sobre o jogo, prefiro não comentar, todas as equipes são boas em nossa opinião, não tem como responder essa pergunta”, encerrou Lulic.