Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Cobrança de jornalistas faz coletiva de gregos terminar mais cedo

Aracajú (SE)

O desempenho da Grécia na estreia da Copa do Mundo, neste sábado, no Mineirão, irritou muito os jornalistas do país. Nesta segunda-feira, após a derrota da Colômbia, as perguntas em tom de cobrança causaram um mal-estar entre imprensa e jogadores. Para evitar uma confusão ainda maior, a assessoria da seleção preferiu terminar a entrevista coletiva antes da hora.

Ciente das cobranças que viriam por causa da derrota por 3 a 0 no sábado, a delegação grega escalou dois jogadores que ficaram no banco de reservas para encarar a imprensa nesta segunda. Ainda assim, o goleiro Panagiotis GlyKos e o zagueiro Loukas Vyntra não fugiram das perguntas feitas pelos jornalistas do país europeu.

A entrevista foi dividida em duas partes. Em um primeiro momento, com japoneses e brasileiros, os jogadores responderam mais perguntas referentes ao Japão, o próximo adversário no Grupo C. A tranquilidade, no entanto, acabou quando a coletiva passou a contar com questionamento dos gregos, que passaram a duvidar da capacidade da equipe para vencer as próximas duas partidas.

Em uma das respostas relacionadas a sequência na competição, o zagueiro Loukas Vyntra tentou amenizar, dizendo que é preciso pensar primeiro no Japão, e só depois ver o que precisa ser feito contra a Costa do Marfim. Na sequência, um dos jornalistas gregos rebateu dizendo que para se classificar às oitavas de final é preciso vencer os dois confrontos.

Os dois reservas da Grécia, portanto, passaram a se sentir claramente incomodados, e assim a coletiva foi encerrada mais cedo. A cobrança, porém, deve continuar. Nesta quinta-feira, às 19 horas (de Brasília), na Arena das Dunas, em Natal, o time europeu precisa vencer o Japão de qualquer maneira para seguir sonhando com a classificação à próxima fase.

AFP
O goleiro Panagiotis GlyKos ficou incomodado com as perguntas de seus compatriotas nesta segunda-feira

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade