Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Com desfalques, Portugal enfrenta EUA para seguir vivo no Grupo G

Manaus (AM)

Coadjuvantes em uma chave que tem a Alemanha como grande favorita a conquistar a primeira colocação, Portugal e Estados Unidos farão um confronto direto pela segunda posição no Grupo G da Copa do Mundo. O jogo do próximo domingo, às 19 horas, na Arena da Amazônia, válido pela segunda rodada, tornou-se ainda mais crucial para os portugueses, que foram goleados, por 4 a 0, na estreia diante da equipe bávara e figuram na lanterna.

Já os norte-americanos estão mais tranquilos, uma vez que venceram Gana no primeiro duelo, por 2 a 1, e no momento encontram-se na vice-liderança do grupo. Uma vitória contra os lusitanos pode significar a classificação antecipada aos comandados do técnico Jurgen Klinsmann.

Além da obrigação de vencer, o time do melhor do mundo Cristiano Ronaldo tem muitos desfalques para a partida. O goleiro Rui Patrício, o lateral Fábio Coentrão e o atacante Hugo Almeida estão machucados e não enfrentam a seleção americana. Coentrão, inclusive, foi cortado e não disputa mais o Mundial. Outro jogador que vai desfalcar a zaga é o zagueiro Pepe, que foi expulso diante dos alemães e cumpre suspensão automática.

Como os treinos comandados pelo técnico Paulo Bento, na maioria das vezes, são abertos à imprensa somente nos primeiros 15 minutos, não há uma certeza quanto aos substitutos desses atletas. As chances maiores são que o goleiro Beto, o lateral André Almeida, o volante William Carvalho e o atacante Éder substituam os jogadores machucados. No último treino, na sexta-feira, antes de embarcar para Manaus, Cristiano Ronaldo usou uma proteção no joelho esquerdo, mas não preocupa para o jogo, enquanto o defensor Bruno Alves nem participou das atividades. O zagueiro apresenta uma mialgia no músculo adutor da coxa esquerda e ficou em tratamento com os médicos no hotel, onde a seleção portuguesa fica hospedada em Campinas, mas não deve ser problema para a “decisão”.

AFP
Astro de Portugal, Cristiano Ronaldo treinou com uma proteção no joelho esquerdo na sexta-feira, no Centro de Treinamento da Ponte Preta

Já os Estados Unidos vão mais inteiros para o confronto. Sem problemas para montar a equipe, o técnico alemão Jurgen Klinsmann tem em Dempsey, Bradley, Beasley e Altidore o grupo de jogadores que podem comandar a vitória e a vaga às oitavas de final da Copa. Outro fator que pode ajudar a seleção norte-americana é a torcida. De acordo com o Consulado dos Estados Unidos em São Paulo, 90 mil americanos desembarcaram no Brasil para apoiar o time do “Tio Sam” e muitos deles devem empurrar Dempsey e companhia contra o time de Cristiano Ronaldo, na Arena Amazônia.

Contra Gana, a torcida americana fez muito barulho e foi fundamental no triunfo dos Estados Unidos. O meia Graham Susi espera contar com apoio massivo mais uma vez: “Foi incrível a torcida que tivemos em Natal. Não só dos americanos, mas também de brasileiros que gostaram do nosso jeito de jogar, da nossa entrega em campo. Tenho certeza de que seremos maioria em todos os jogos, apenas não contra o Brasil”.

O retrospecto entre as duas seleções é bastante equilibrado. Foram cinco jogos em toda a história, com duas vitórias para cada lado e um empate. O número que cada time balançou as redes do adversário também é idêntico: cinco gols para ambos.

Em caso de vitória norte-americana no sexto duelo entre os times, os Estados Unidos irão aos seis pontos e, dependendo do resultado do jogo entre Gana e Alemanha, encaminharão a classificação à segunda fase da Copa. Já um triunfo português reascende as esperanças lusitanas na briga por uma vaga às oitavas de final e, com três pontos, Portugal dependerá de só mais uma vitória contra Gana na última rodada.

AFP
O meia-atacante Dempsey é a maior esperança dos Estados Unidos no Mundial, enquanto Cristiano Ronaldo é a arma de Portugal para seguir vivo na competição

FICHA TÉCNICA
Portugal X Estados Unidos

Local: Arena da Amazônia , em Manaus (AM)
Data: 22 de JUNHO de 2014, domingo
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Assistentes: Hernan Maidana (ARG) e Juan Pablo Belatti (ARG)

Portugal: Beto; João Pereira, William Carvalho , Bruno Alves e André Almeida; Miguel Veloso , Raul Meireles e João Moutinho; Nani, Cristiano Ronaldo e Eder
Técnico: Paulo Bento

Estados Unidos: Howard; Johnson, Cameron, Besler e Beasley; Beckerman, Jones, Bradley, Dempsey e Bedoya ; Altidore
Técnico: Jurgen Klinsmann