Futebol/Copa do Mundo 2014 - ( - Atualizado )

Com gol de pênalti no fim, Samaras classifica Grécia para as oitavas

Fortaleza (CE)

A Grécia e o centroavante Samaras fizeram história nesta terça-feira, na Arena Castelão, em Fortaleza. Com um gol de pênalti marcado pelo centroavante no último lance da partida, os gregos venceram a Costa do Marfim por 2 a 1 e conquistaram a classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo pela primeira vez.

Os gregos saíram na frente – com Samaris, aos 42 minutos do primeiro tempo – e tiveram ao menos três chances claras para marcar o segundo gol antes de Bony, aos 27 minutos da segunda etapa, empatar o jogo. Quando o cronômetro passava dos 46 minutos, Samaras recebeu passe na área e foi derrubado por Sio ao tentar finalizar.

O resultado deixou os gregos com quatro pontos, na segunda posição do Grupo C. Eliminados, os marfinenses terminaram em terceiro, com três pontos.

Nas oitavas, a Grécia enfrentará a Costa Rica, que terminou na liderança do Grupo D. A partida será disputada no próximo domingo, às 17 horas (de Brasília), na Arena Pernambuco, localizada em São Lourenço da Mata, região metropolitana do Recife.

AFP
Samaras comemora gol que garantiu a classificação histórica dos gregos para as oitavas
O jogo - O primeiro lance de perigo real, ainda que parcial, foi criado apenas aos 23 minutos de jogo, pela Costa do Marfim. Yaya Touré fez jogada pelo meio, ganhou dividida na força, mas exagerou na força do passe para Drogba, que entrava livre na área e não conseguiu dominar a bola.

Precisando da vitória, a Grécia sofreu duas baixas por lesão ainda na metade inicial do primeiro tempo. O meio-campista Kone – lesão muscular na coxa esquerda – e o goleiro Karnezis – com dores nas costas – foram substituídos, respectivamente, por Samaris e Glykos.

Por pouco a Grécia não marcou aos 32 minutos. Em rápido contra-ataque puxado após cobrança de escanteio da Costa do Marfim, Samaras tocou para Holebas, que avançou pelo meio e, da entrada da área, finalizou com força, acertando o travessão do gol defendido por Barry.

Os marfinenses assustaram de novo aos 40 minutos, quando Kalou fez boa jogada individual pela esquerda, entrou na área e cruzou rasteiro. A defesa da Grécia afastou antes que algum marfinense aparecesse para finalizar.

Aos 42 minutos, um erro da Costa do Marfim na saída de bola ocasionou a abertura do placar. Tioté atrasou mal a bola para Bamba, Samaris roubou a bola na intermediária, tabelou com Samaras e saiu frente a frente com Barry. O meio-campista grego só teve o trabalhou de tocar para o fundo das redes na saída do goleiro marfinense.

Wagner Carmo/Gazeta Press
Marfinenses celembram o gol que Bony, que estava colocando os africanos pela primeira vez nas oitavas
A Grécia quase ampliou o marcador aos oito minutos da segunda etapa, quando Christodoulopoulos fez boa jogada individual, livrou-se do único marcador com um corte seco e finalizou de bico. O chute passou perto da trave direita de Barry, que só olhou e torceu para a bola não entrar.

Barry evitou o que seria o segundo gol grego aos 13 minutos. Salpingidis aproveitou uma sobra de bola fora da área e rematou com força, obrigando o goleiro marfinenses a se esticar para espalmar a bola para escanteio.

Um dos mais efetivos jogadores da Costa do Marfim no ataque, Kalou quase resolveu sozinho aos 22. O atacante recebeu na ponta esquerda, passou no meio da marcação dupla feita por Salpingidis e Torosidis e rematou buscando o ângulo esquerdo de Glykos, sem sucesso.

Em novo contra-ataque da Grécia, aos 23 minutos, o experiente Karagounis recebeu na intermediária e arriscou para o gol. A bola passou pelo goleiro Barry e explodiu no travessão. Três minutos depois, outro contra-ataque resultou em falta perigosa, que Christodoulopoulos cobrou com perigo.

Os marfinenses empataram a partida aos 29 minutos. Kalou deu passe milimétrico para Gervinho, que, já dentro da área, só rolou para Bony, que empurrou a bola para o fundo das redes.

A Grécia acertou a trave novamente aos 34 minutos, mas sem tanto perigo. O cruzamento de Torosidis desviou em Serey Die e bateu na parte de fora do poste esquerdo defendido por Barry.

Quando os marfinenses já comemoravam a classificação, aos 46 minutos, Samaras recebeu na área e, antes de finalizar, foi derrubado por Sio. Na cobrança, Samaras colocou a bola no lado esquerdo de Barry, que acertou o canto mas não conseguiu defender.