Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( )

Com gols na segunda etapa, Sampaio Corrêa supera o América-RN

São Luis (MA)

Antes da pausa para a Copa do Mundo, um confronto nordestino movimentou a décima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Atuando no Estádio Castelão, em São Luís-MA, o Sampaio Corrêa recebeu o América-RN e triunfou, pelo placar de 3 a 0. Os gols, anotados na segunda etapa, foram de Willian Simões e Eloir, duas vezes.

Com o resultado positivo, a Bolívia Querida atingiu os 15 pontos e encostou na luta pelo grupo dos quatro primeiros classificados. Por sua vez, o Dragão potiguar, com 13 somados, figura no setor intermediário da tabela.

O próximo compromisso do Tubarão maranhense será diante do Náutico, na Arena Pernambuco, em duelo incialmente marcado para o dia 15 de julho, terça-feira. Por sua vez, na mesma data, o Mecão mede forças com o Bragantino na Arena das Dunas.

O jogo – Mesmo atuando longe de Natal, o América criou a primeira boa oportunidade de gol. Em escanteio cobrado por Rodrigo Pimpão, o camisa 10 Jéferson concluiu de cabeça e mandou a bola rente à trave esquerda. Com 17 jogados, o habilidoso articulador alvirrubro voltou a assustar, finalizando com perigo da intermediária, à direita do experiente Rodrigo Ramos.

A primeira chance do Sampaio Corrêa veio com o veloz Pimentinha. Aos 19 minutos, o atacante tentou finalizar duas vezes, dentro da área, e levou perigo a Fernando Henrique. Quando o relógio apontou a marca dos 33, o arqueiro do clube potiguar evitou o gol mandante em testada firme de Márcio Diogo.

No final da primeira etapa, a Bolívia Querida, superior a partir da primeira metade inicial, criou uma grande chance. Acionado em liberdade, Pimentinha invadiu a área e tentou encobrir Fernando Henrique, mas parou em boa intervenção do adversário.

Aos 19 minutos do período complementar, o Tubarão de São Luís carimbou a trave do Dragão, em finalização firme de Edgar. Porém, dois minutos mais tarde, o substituto de Márcio Diogo foi essencial para o gol de Eloir, servindo o camisa 10 tricolor com um passe rasteiro e para trás. A finalização do meio-campo, na entrada da área, estufou a rede dos visitantes.

A boa dinâmica de jogo foi interrompida aos 25 minutos, com o apagar das luzes do Estádio Castelão. A inoperância dos refletores durou 16 minutos, e quando voltou, trouxe consigo o segundo gol do Sampaio Corrêa. Com o tempo corrido de 47, Waldir, substituto de Pimentinha, escapou pela ponta direita e cruzou rasteiro para Willian Simões chutar forte, sem dar chances ao adversário.

Quando o relógio apontou a marca dos 54, o América-RN carimbou o travessão de Rodrigo Ramos, em cabeçada firme de Rodrigo Pimpão. Porém, cinco minutos mais tarde, a equipe de Flávio Araújo fechou o marcador. Após receber de Edgar, Eloir teve frieza para cortar o marcador e chutar firme, para anotar seu segundo gol na noite.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade