Futebol/Copa 2014 - ( )

Contestado antes da Copa, Oscar é chamado de ‘Oscraque’ por Neymar

Luiz Ricardo Fini e William Correia São Paulo (SP)

Neymar deixou o estádio de Itaquera com o troféu de melhor jogador em campo e os principais elogios por ter marcado dois gols na vitória por 3 a 1 sobre a Croácia. No entanto, o atacante fez questão de enaltecer o trabalho de outro atleta da equipe, Oscar, que se recuperou depois das críticas que sofreu durante a preparação da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo.

“O Oscar foi um gigante em campo, acho que foi o melhor. Eu até o chamo de Oscraque, porque sempre falo que sou fã dele. Não só ele está de parabéns, mas toda a equipe”, afirmou o camisa 10 do Brasil.

Oscar teve participação nos três lances que determinaram a vitória brasileira. No primeiro gol, o meio-campista suportou uma forte pressão de defensores croatas e fez a assistência para Neymar chutar para a rede. No início do segundo tempo, o atleta foi quem fez o passe para Fred no polêmico pênalti.

Wagner Carmo/Gazeta Press
Oscar foi bastante criticado antes da estreia na Copa, mas se destacou contra a Croácia
Por fim, Oscar também deixou sua marca, pois recebeu de Ramires, avançou e tocou no canto do goleiro. Considerado por Felipão como o segundo melhor da partida (atrás apenas de Neymar), o meia se sentiu em seu grande jogo pelo Brasil.

“Com certeza, foi a minha melhor atuação pela Seleção Brasileira. Estrear em uma Copa do Mundo jogando tão bem, participando dos três gols e ainda fazendo um... Qualquer um sonharia com uma grande partida como essa. Mas é manter os pés no chão. Temos dois ainda nesta fase”, salientou.

O jogador também explicou que nunca se sentiu ameaçado na Seleção, pois, apesar das críticas que recebia, sabia que contava com o apoio do técnico. “Minha função é desarmar também. Ficam me cobrando lá no gol toda hora, mas é impossível marcar e atacar ao mesmo tempo sempre. Tenho que ajudar o Paulinho e o Luiz Gustavo também e fiz isso. Sempre confiei no meu potencial. Nunca foi o Felipão que quis me tirar, ele sempre me deu força e confiança”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade