Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

‘Coreógrafo’ Armero explica dança após gol: ‘Bunde’ colombiano

Belo Horizonte (MG)

Conhecido por suas inusitadas danças em comemoração de gols, o lateral esquerdo Pablo Armero foi além na vitória da Colômbia por 3 a 0 sobre a Grécia no Mineirão e foi o “coreógrafo” de uma apresentação de dança entre titulares e reservas após marcar o primeiro gol de seu time, logo aos cinco minutos da etapa inicial. De acordo com o jogador, a inspiração para a coreografia foi um ritmo tradicional de seu país.

“Foi muito bonito e graças a Deus tive essa oportunidade de fazer o gol. Meus companheiros, minha família, aquela torcida que apoiou, todos foram importantes para este triunfo. Sempre queremos celebrar os gols da Colômbia com festa e alegria. A dança é o ‘bunde’, típico de uma região da Colômbia”, esclareceu em entrevista ao El Paíscolombiano.

O ritmo é muito popular na chamada Região Pacífica da Colômbia, localizada na costa oeste do país, fazendo divisa com o Panamá, onde o estilo também é difundido. É uma derivação mais lenta da cumbia colombiana, principal ritmo do país, com a ausência de alguns instrumentos de sopro. É acompanhada de uma dança típica peculiar.

AFP
Armero (7) liderou a comemoração colombiana após o primeiro gol da vitória sobre a Grécia

Além da dança, Armero afirmou que não se surpreendeu com a presença em massa dos torcedores colombianos. E, para ele, isso foi um fator fundamental para a vitória de seu time na estreia na Copa do Mundo.

“Esperávamos sim (a grande presença dos colombianos). A gente crê muito neste grupo. Eles nos motivaram bastante, tiramos confiança da torcida para vencer essa partida. Esperamos que continue assim nos próximos jogos”, disse.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade