Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Costa Rica garante estar preparada para surpreender Itália

Do correspondente Tiago Salazar Santos (SP)

Até agora a Copa do Mundo teve apenas uma grande surpresa. E foi a vitória de virada, por 3 a 1, que a Costa Rica meteu no Uruguai, no último sábado. De volta a Santos, onde faz toda a preparação para os jogos do Mundial, a seleção já percebeu a repercussão do feito conquistado no Castelão, em Fortaleza, com o aumento do número de jornalistas durante o treino em Vila Belmiro.

“Agora é normal que as pessoas e a imprensa de forma geral olhem para a Costa Rica. Antes do jogo contra o Uruguai, a realidade era que o favorito era o Uruguai, Inglaterra e Itália. Já se deram conta do que pode acontecer. Óbvio que as atenções se voltem à Costa Rica pelo que fizeram os garotos contra o Uruguai”, disse o auxiliar da seleção e ídolo costarriquenho, Wanchope.

Líder do ‘grupo da morte’, ao lado da Itália, com três pontos, a Costa Rica, antes vista como um verdadeiro azarão, agora começa a pensar em objetivos maiores.

“Objetivos vão crescendo. Foi uma surpresa para o mundo e entendemos, mas aparecerão partidas mais difíceis. Teremos rivais ainda mais fortes. Agora, já se espera mais da Costa Rica, mas os jogadores estão tranquilos e motivados, querem competir contra os melhores”, avisou Wanchope, que defendeu a seleção na Copa do Mundo de 1990.

Gazeta Press
Wanchope acredita que Costa Rica está preparada para vencer a Itália (Foto: Tiago Salazar)

Cheia de confiança, a Costa Rica enfrenta a poderosa Itália na próxima sexta-feira, na Arena Pernambuco para, que sabe, fazer história. Para o duelo, Wanchope garante que a comissão técnica comandada pelo técnico colombiano Jorge Luis Pinto tem se preparado bem, colhido muitas informações, mas enfatiza a confiança de que os “meninos” costarriquenhos podem surpreender ainda mais.

“Nós enfrentamos mundiais, fizemos boas campanhas, estamos crescendo. Hoje em dia temos muitos jogadores no futebol europeu. Na história do futebol é claro que Costa Rica não tem uma história tão grande, mas pouco a pouco vamos dando essa surpresa e o mundo vai se dando conta que a Costa Rica tem jogadores de qualidade”.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade