Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Croácia e México fazem confronto direto por uma vaga nas oitavas de final

São Lourenço da Mata (PE)

A Arena Pernambuco vai ser palco de uma verdadeira decisão nesta última rodada da primeira fase. Croácia e México se enfrentam a partir das 17 horas (de Brasília) e só uma deve seguir na Copa do Mundo. Apenas uma combinação impensável de goleada de Camarões em cima do Brasil com uma vitória magra dos croatas classificariam as duas seleções que duelam nesta segunda-feira.

Os mexicanos, com os mesmos quatro pontos da Seleção Brasileira, estão em vantagem. Precisam de apenas um ponto para seguir na competição. Já a Croácia, com três pontos, apenas a vitória coloca o time na próxima fase.

Com um esquema defensivo muito bem montado, com seus três zagueiros e comandado pelo experiente Rafa Marquez, o time de Miguel Herrera ainda não levou gol neste Mundial e, se repetir o feito contra os croatas, garante sua vaga na próxima fase. Mesmo assim, Herrera não quer jogar com o regulamento ‘embaixo do braço’ e promete buscar o gol.

“Foi muito importante ganharmos um ponto contra o Brasil, porque o empate nos classifica, mas não vamos pensar em empatar, vamos pensar em ganhar, porque se pensar em empatar é perigoso que perca”, avisou Herrera, de olho no contra-ataque para surpreender os croatas. “Os dois volantes por fora são muito rápidos, que aproveitam qualquer rebote e estão esperando qualquer erro. Estaremos muito atentos a isso. Também é preciso atacar. Temos que seguir com nossa ideia de atacar como até agora temos feito, pelo meio ou com tiros de meia distância e, se pudermos ser mais profundos, buscaremos fazer isso também”, explicou.

Mas é bom o México tomar bastante cuidado. Após sair na frente contra o Brasil, a Croácia aplicou 4 a 0 em Camarões com dois gols de seu artilheiro Mandzukic, centroavante do Bayern de Munique, da Alemanha, além de contar com o talento de Modric, meia do Real Madrid, da Espanha, na armação.

AFP
O combate será entre o sistema defensivo de Miguel Herrera contra o potencial ofensivo da seleção de Kovac
“Primeiramente, me parece que não serve de parâmetro (o jogo contra Camarões) para pensar sobre o que realmente é a Croácia. Camarões teve jogador expulso (Song), vimos situações de jogadores brigando entre eles. Estamos analisando já faz um tempo e o que deixa mais claro foi o jogo contra o Brasil. Aí dá para observar o que fez a Croácia”, avaliou Miguel Herrera, que deve manter o mesmo time das duas primeiras rodadas, com Javier Chicharito no banco de reservas.

Diferente do México, os croatas já levaram três gols nesta Copa do Mundo, todos contra a seleção de Felipão, no entanto, o time marcou cinco vezes, mostrando seu potencial ofensivo. O técnico Niko Kovac aposta nessa força para furar a retranca do México e acredita que, mesmo não levando gols até aqui, o México já apresentou algumas falhas que podem ser aproveitadas pela Croácia.

“Eles jogam um futebol agressivo, com muita pressão. São fortes indo ao ataque, mas também têm algumas fraquezas na defesa, como o Brasil nos mostrou”, afirmou o comandante da seleção europeia.

Kovac prega pelo respeito aos mexicanos, mas demonstra muita confiança no sucesso de sua equipe.

“A nossa partida contra o México será como uma final. Temos de descansar, porque um sério nos espera. O México é forte, mas nós também somos. Os jogadores mexicanos são muito patriotas, como nós, e têm um grande espírito de equipe”, elogiou.

Com isso, Croácia ou México prometem fazer a Arena Pernambuco pegar fogo nesta segunda-feira. Quem avançar deve se juntar ao Brasil, que enfrentará a eliminada seleção de Camarões no mesmo dia e horário, mas em Brasília. Os classificados do Grupo vão enfrentar Holanda ou Chile, que também vão se enfrentar para decidir quem a colocação final da chave.

FICHA TÉCNICA:
CROÁCIA X MÉXICO

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, Refice (PE)
Horário: 17 horas (horário de Braília)
Data: 23 de junho de 2014, segunda-feira
Árbitro: Ravshan Irmatov (UZB)
Assistentes: Abduxamidullo Rasulov (UZB) e Bakhadyr Kochkarov (KGZ)
Quarto árbitro: Alioum (CMR)

CROÁCIA: Pletikosa; Srna, Corluka, Lovren e Pranjic; Modric e Rakitic; Perisic, Sammir e Olic; Mandzukic
Técnico: Niko Kovac

MÉXICO: Ochoa; Rodríguez, Héctor Moreno e Rafa Márquez; Aguilar, Herrera, Vásquez, Guardado e Layún; Giovani dos Santos e Peralta
Técnico: Miguel Herrera