Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

De volta ao Brasil, Mascherano relembra bons “tempos de Corinthians”

Rio de Janeiro (RJ)

Contratado pelo Corinthians em 2005, Javier Mascherano teve passagem discreta pelo clube do Parque São Jorge, mas ainda assim foi campeão brasileiro no ano de sua chegada ao Brasil. Neste domingo, no Maracanã, após a vitória sobre a Bósnia e Herzegovina, por 2 a 1, na estreia da Argentina na Copa do Mundo, o volante relembrou sua passagem, afirmando que tem ótimas recordações daquele tempo.

Depois de passar pelo Timão, Mascherano foi emprestado ao West Ham, da Inglaterra em 2006, e assim passou a construir sua carreira na Europa. Atualmente no Barcelona, o jogador já não joga mais como volante sem clube e é improvisado como zagueiro. Mesmo depois de oito anos desde que saiu do Brasil, o argentino não esconde o carinho que tem pelo país.

"É sempre especial jogar no Brasil. Tenho ótimas recordações dos tempos de Corinthians. Fui campeão brasileiro. Ganhar uma Copa aqui seria especial", projetou o volante da Argentina, que, liderada pelo camisa 10 Lionel Messi, começou sua saga em busca do tricampeonato com a vitória deste domingo.

Marcelo Ferrelli/Gazeta Press
Com a camisa do Corinthians, o volante Mascherano conquistou o título do Campeonato Brasileiro de 2005
Fanática pela sua seleção, a torcida argentina mostrou que, mesmo em um país rival no futebol, o time comandado por Alejandro Sabella terá um grande apoio das arquibancadas. Neste domingo, por exemplo, o Maracanã foi invadido pelos torcedores albicelestes, que fizeram a festa no Rio de Janeiro e arrumaram espaço até mesmo para rivalizar com os brasileiros presentes.

A invasão argentina no palco da final da Copa do Mundo também foi destacada por Mascherano. “Foi quase como jogar em casa. Só temos que agradecer pela quantidade de gente que veio torcer por nós. Foi lindo ver o Maracanã com tantos argentinos", disse o volante, que espera continuar com esse apoio na sequência da competição em terras brasileiras.

No próximo sábado, às 13 horas (de Brasília), a Argentina volta a campo pela segunda rodada da Copa, contra o Irã, no Mineirão, em Belo Horizonte. A equipe de Sabella, no entanto, deve ter um apoio ainda maior de seu torcedor no fechamento da fase de grupos, no dia 25, quando encara a Nigéria no Beira-Rio, em Porto Alegre, cidade muito próxima ao país albiceleste.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade