Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Deschamps entende proibição, mas lamenta não poder treinar no Maracanã

Rio de Janeiro (RJ)

Visando preservar o gramado do estádio do Maracanã, a Fifa não permitiu que franceses e equatorianos fizessem atividades no recinto nesta terça-feira. Em coletiva de imprensa, o técnico da França, Didier Deschamps, lamentou a proibição, já que considera importante que os jogadores conheçam o campo onde irão jogar nesta quarta-feira.

“É um estádio que ainda não conhecemos. Seria importante sentir o clima, conhecer o terreno. Isso é importante para o jogador, mas sabemos que o gramado está sofrendo com os jogos”, reconheceu Deschamps.

Sobre o adversário, Deschamps exaltou o Equador. “Eles jogam em um sistema com jogadores muito fortes. Montero dribla bem e a dupla de ataque é forte, podendo criar diversas chances de gol. O time não é só o Enner Valencia, tem o Caicedo também”, analisou.

França e Equador se enfrentam pelo Grupo E da Copa do Mundo nesta quarta-feira, no Estádio do Maracanã, às 17h (de Brasília).

AFP
Didier Deschamps lamentou por não poder treinar no gramado do estádio do Maracanã (Foto:FRANCK FIFE)