Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Dilma rebate vaias e afirma que não se abate com xingamentos

Brasília (DF)

Presente na Arena Corinthians para acompanhar de perto a cerimônia de abertura e o jogo de estreia da Copa do Mundo no Brasil, a presidente do País, Dilma Rousseff foi alvo de vaias da torcida, que chegou a xingar a governante.

Nesta sexta-feira, Dilma se defendeu das vaias e afirmou que não se deixará abater pelas agressões verbais sofridas.

“Não vou me deixar perturbar, atemorizar, por xingamentos que não podem ser sequer escutados pelas crianças e famílias. Suportei agressões físicas quase insuportáveis e nada me tirou do meu rumo”, declarou.

A presidente ainda defendeu aqueles que não a vaiaram e afirmou que eles representam a maioria da população brasileira e não os que gritaram contra ela.

“O povo brasileiro não age assim e não pensa assim. Sobretudo, o povo não sente da forma como esses xingamentos expressam. povo brasileiro é civilizado e extremamente generoso e educado. Podem contar que isso não me enfraquece. Podem contar”, completou.

Publicidade

Publicidade


PublicidadePublicidade


Publicidade


Publicidade